A SEXUALIDADE ORIENTADA PARA O AMOR


A sexualidade só é humana se for orientada para o amor


            É difícil falar de sexualidade sem tocar no que se refere a família (a nossa primeira comunidade). Enquanto comunidade de vida e de amor a família é fundamental para o bem desenvolvimento da personalidade da pessoa, pois ela é a primeira e fundamental escola de sociabilidade. Com isto, é de suma importância o vínculo de amor recíproco, testemunhado pelos pais em relação aos filhos, se conseguirem viver assim, certamente o ambiente familiar tornar-se-á uma proteção segura de serenidade afetiva para ambos os casos. Os filhos terão confiança nos pais e aprenderão a amar. Nada induz tanto a amar quanto o sentir-se amado.
        Mediante isto, é preciso ensinar à criança, ao adolescente e ao jovem como entrar num relacionamento são com Deus, com seus pais, com seus irmãos e irmãs, com seus companheiros do mesmo sexo ou de sexo diferente, com os adultos. Hoje vivemos numa sociedade que prega de forma oculta o desamor. Temos, por exemplo, por parte de alguns a procura pelo prazer imediato (desenvolve um relacionamento sexual por simples prazer sem compromisso). Muitos vivem num egoísmo disfarçado pelo ato de consumir. Outros entregues aos vícios como o uso de drogas. Infelizmente cada vez mais em alguns países as drogas são liberadas e com isto cresce também a fragmentação da pessoa desvirtuando a sua verdadeira imagem diante de Deus e dos homens.
            Como já mencionamos acima, os pais devem vigiar os seus filhos a fim de que certas modas e atitudes imorais não violem a integridade da família como num todo. Contudo a família é o melhor ambiente para cumprir a obrigação de garantir uma educação gradual da vida sexual. Ora, toda a sexualidade da pessoa deve ser orientada para o amor, quanto mais direcionada para o desenvolvimento sadio nas relações para com as pessoas, mais humana será. A sexualidade é antes de tudo uma energia que perpassa todo o humano, empurrando-o para fora de si mesmo e como que o obrigando a estabelecer laços com os outros e com o mundo.
            Nós enquanto pessoas (homens criados a Imagem de Deus) devemos ser movidas, antes de mais nada, pelo amor de Cristo. Pessoas cujo coração Cristo conquistou com o seu amor (Gl 5, 6) n’Ele certamente despertaremos de forma sadia, autêntica e verdadeira o amor ao próximo, direcionando assim a vivência da nossa sexualidade para o amor olhando como maior testemunho vivo a pessoa de Jesus Cristo.         
           Por fim, é preciso termos esta consciência de que, n’Ele, o próprio Deus se entregou por amor a nós até a morte. Aquele que crer nisto certamente se deixará ser conduzido não para viver mais para si, mas para Deus e para os outros de forma incondicional na pessoa do Verbo Encarnado Jesus Cristo.

 FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!