VIRGÍLIA PASCAL - PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO


SÁBADO SANTO - VIGÍLIA PASCAL  

PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO


§  Chegada
( Começar a Vigília fora do local da celebração, ao ar livre. Enquanto as pessoas vão chegando, os animadores entoam canções populares, de esperança, de saudades... ( Liberdade vem e canta...  Glorificado seja, bendito seja Jesus redentor...  Deus chama a gente pra um momento novo...   Senhor meu Deus, quando eu maravilhado... )

§  Acendimento da Fogueira
( O povo reunido em volta da fogueira é convidado a dizer brevemente o que simboliza o Fogo para a comunidade... )

Celebração da Luz

§  Motivação:
Meus irmãos e minhas irmãs, nesta noite santa em que Jesus passou da morte à vida, somos convidados para uma Vigília de Oração e de Festa em honra do Senhor.  Apesar de ainda estarmos na noite, já celebramos o amanhecer.
Se comemorarmos a Páscoa do Senhor ouvindo sua Palavra e celebrando seus mistérios, podemos ter a firme esperança de participar do seu triunfo sobre a morte e de sua vida em Deus. 
Convidemos portanto todo o Universo e todas as criaturas de Deus Pai para celebrarem conosco a Páscoa do Senhor!


§  Benção do Fogo:                    Ó Deus, que pelo vosso Filho trouxestes àqueles que crêem o clarão da vossa luz, santificai + este novo fogo. Concedei que a festa da Páscoa acenda em nós tal desejo do céu, que possamos chegar purificados à festa  da luz eterna.  Por Cristo, nosso Senhor.  (Amém)


§  Preparação do Círio Pascal
(O Círio Pascal deve ser preparado com antecedência [ gravado uma Cruz na cera; o A e Z, primeira e última letras do alfabeto, para indicar que o Cristo é o princípio e o fim de todas as coisas; e enfim deve ser gravado também no Círio Pascal os números do ano em curso para significar que Jesus vive hoje para nós]. (O Presidente da Celebração, ajudado por um animador da comunidade toma o Círio Pascal e  o assinala com um objeto cortante, dizendo...)


1-    Cristo ontem e hoje                      (faz a incisão da haste vertical);
2-    Princípio e Fim                   (faz a incisão da haste horizontal);
3-    Alfa                     (faz a incisão da letra Alfa ou [ A ] no alto da haste vertical);
4-    e Ômega           (faz a incisão da letra Ômega ou  [ Z ] embaixo da haste vertical).
5-    A Ele o tempo                 (faz a incisão do primeiro algarismo do ano em curso sobre o ângulo esquerdo superior da Cruz);
6-    e a eternidade              (faz a incisão do segundo algarismo do ano em curso sobre o ângulo direito superior);
7-    a Glória e o poder   (faz a incisão do terceiro algarismo do ano em curso no ângulo esquerdo inferior);
8-    pelos séculos sem fim. (Amém)          (faz a incisão do quarto algarismo do ano em curso no ângulo direito inferior).

( Feita a incisão da Cruz e dos outros sinais, o Presidente da Celebração pode aplicar os (Cravos) [que simbolizam cinco grão de incenso] - "Chagas de Jesus Cristo", formando uma Cruz e dizendo: ... )

1- Por sua Santas chagas,                                                    1
2- suas chagas gloriosas                                         
3- o Cristo Senhor                                                       4         2         5
4- nos proteja
5- e nos guarde.  (Amém)                                                    3

( O Presidente da Celebração acende o Círio Pascal [com o fogo abençoado], cantando: )

-         Verdadeiramente ressurgiu Jesus,
Cantemos com alegria! Resplandece a Luz!
-         Venham, ó nações, ao Senhor cantar,
Ao Deus do Universo venham festejar!
-         Seu amor por nós firme para sempre,
Sua fidelidade dura eternamente!

( O Círio Pascal é aceso e erguido para que todos o vejam...)

-         Para Ti, Senhor toda noite e dia,
Tua Ressurreição é Luz que nos recria!
-         És a luz do mundo, esplendor do Pai,
Cristo, Pastor e guia, em nossos passos vai!

(Oferta-se incenso ou ervas perfumadas...)

-         Suba nosso incenso, a Ti, ó Senhor,
Este louvor Pascal se oferta com amor!
-         Nossas mãos orantes para os céus subindo,
Cheguem como oferenda ao som deste hino!
-         Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito,
Glória Trindade Santa, Glória ao Deus bendito!

§  Procissão da Luz

Irmãos e irmãs, como o povo de Deus no deserto guiado por uma coluna de nuvem, vamos nós também em caminhada, conduzidos pelo Círio Pascal, imagem do Cristo, luz da humanidade...

(Para que seja uma Procissão alegre, entoar cânticos na Caminhada. [ "Luz que me ilumina o caminho e me ajuda a seguir..." ; "Deixa a Luz do céu entrar..." ; "Quando Jesus passar..."  ;  "Estou pensando em Deus..." ;   "O povo de Deus, no deserto andava..." ; "Alegres vamos a Casa do Pai..." ]  Se a fogueira for em frente à Igreja, entoar apenas o refrão de um canto até que todos entrem na Igreja. Cuidado para não se cantar cantos da Páscoa, Glória ou Aleluia, pois estes cantos serão entoados após a "Proclamação da Páscoa".)
(Chegando na Igreja (que deve estar com todas as luzes apagadas), o Presidente da Celebração (ou a pessoa que conduz o Círio Pascal), entra com o Círio Pascal aceso, símbolo de Jesus Cristo, enquanto se canta três vezes ( à porta da Igreja, no meio da Igreja e diante do altar: ... )

- Eis a Luz de Cristo!     ( E a assembléia responde...)   - Demos graças a Deus!

( Em cada parada, acendem-se no Círio, sucessivamente, a Vela do Presidente da Celebração, as velas dos Ministros e depois as velas dos fiéis. De tal modo, a Igreja é progressivamente iluminada; as trevas são vencidas pela luz. )





§  Proclamação da Páscoa

Irmãos e irmãs, este canto lembra a maravilhosa história da nossa Salvação. Agradecemos a Jesus Cristo Ressuscitado pela luz que deu à nossa vida...

( Acendem-se as luzes da Igreja, a assembléia continua com as velas acesas e entoa juntamente com o Presidente da Celebração (ou um animador ou animadora) o anúncio da Páscoa - "Proclamação da Páscoa" - ( EXULTE).

Exulte o céu, e os anjos triunfantes
Mensageiros de Deus, desçam cantando;
Façam soar trombetas fulgurantes,
A vitória de um Rei anunciando.

Alegre-se também a terra amiga,
Que em meio a tantas luzes resplandece;
E, vendo dissipar-se a treva antiga,
Ao sol do eterno rei brilha e se aquece.

Que a mãe Igreja alegre-se igualmente,
Erguendo as velas deste fogo novo,
E escute, reboando de repente,
O Aleluia cantado pelo povo.

E vós, que estais aqui, irmãos queridos,
Em tono desta chama reluzente,
Erguei os corações, e assim unidos
Invoquemos a Deus onipotente.

Ele que por seus dons nada reclama,
Quis que entre os levitas me encontrasse:
Para cantar a glória desta chama,
De sua luz um raio me traspasse!

O Senhor esteja convosco.
Ele  está no meio de nós.
Corações ao alto.
Nosso coração está em Deus.
Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
É nosso dever e nossa salvação.

Sim, verdadeiramente é bom e justo
Cantar ao Pai de todo coração,
E celebrar seu Filho Jesus Cristo,
Tornado para nós um novo Adão.

Foi ele quem pagou do outro a culpa,
Quando por nós à morte se entregou:
Para apagar o antigo documento
Na cruz todo o seu sangue derramou.

Pois eis agora a Páscoa, nossa festa,
Em que o real cordeiro se imolou:
Marcando nossas portas, nossas almas,
Com seu divino sangue nos salvou.

Esta é, Senhor, a noite em que do Egito
Retirastes os filhos de Israel,
Transpondo o mar Vermelho a pé enxuto,
Rumo a terra onde corre leite e mel.

Ó noite em que a coluna luminosa
As trevas do pecado dissipou,
E aos que crêem no Cristo em toda a terra
Em novo povo eleito congregou!

Ó noite em que Jesus rompeu o inferno,
Ao ressurgir da morte vencedor:
De que nos valeria ter nascido,
Se não nos resgatasse em seu amor?

Ó Deus, quão estupenda caridade
Vemos no vosso gesto fulgurar:
Não hesitais em dar o próprio Filho,
Para a culpa dos servos resgatar.

Ó pecado de Adão indispensável,
Pois o Cristo o dissolve em seu amor;
Ó culpa tão feliz que há merecido
A graça de um tão grande redentor!

Só tu, noite feliz, soubeste a hora
Em que o Cristo da morte ressurgia;
E é por isso que de ti foi escrito:
A noite será luz para o meu dia!

Pois esta noite lava todo o crime,
Liberta o pecador de seus grilhões;
Dissipa o ódio e dobra os poderosos,
Enche de luz e paz os corações.

Ó noite de alegria verdadeira,
Que prostra o Faraó e ergue os hebreus,
Que une de novo ao céu a terra inteira,
Pondo na treva humana a luz de Deus.

Na graça desta noite o vosso povo
Acende um sacrifício de louvor;
Acolhei, ó Pai santo, o fogo novo:
Não perde, ao dividir-se, o seu fulgor.

Cera virgem de abelha generosa
Ao Cristo ressurgido trouxe a luz:
Eis de novo a coluna luminosa,
Que o vosso povo para o céu conduz.

O círio que acendeu as nossas velas
Possa esta noite toda fulgurar;
Misture sua luz à das estrelas,
Cintile quando o dia despontar.
Que ele possa agradar-vos como o Filho,
Que triunfou da morte e vence o mal:
Deus, que a todos acende no seu brilho,
E um dia voltará, sol triunfal.

Amém.

Liturgia da Palavra   

(Estas leituras constituem o último ensinamento antes do Batismo dos Catecúmenos (pessoas que se prepararam para o Batismo). Recorda a toda a comunidade cristã, que se prepara para renovar as promessas do Batismo, os fatos importantes da Salvação e os valores essenciais da nova vida de filhos de Deus que trazemos em nós.) (Apagando as velas, sentam-se todos, e antes de começarem as leituras o Presidente da Celebração dirige-se ao povo com estas palavras ou outras semelhantes: ...)

Meus irmãos e minhas irmãs, tendo iniciado esta Vigília, ouçamos no recolhimento desta noite a Palavra de Deus. Vejamos como Ele salvou outrora o seu povo e neste últimos tempos enviou seu Filho como Redentor. Peçamos que o nosso Deus leve à plenitude a Salvação inaugurada na Páscoa.

I-                  LEITURAS DO ANTIGO TESTAMENTO

§  1ª Leitura:  ( Deus viu tudo quanto havia feito e eis que tudo era bom.)       
No contexto do Cativeiro da Babilônia, um grupo de exilados conta como Deus venceu, ao criar o mundo, as trevas e o caos.  Vamos ouvir este relato fazendo memória dos gestos libertadores de Deus em nosso mundo.
Leitura do Livro do Gênesis  1, 1 - 2 ; 2

§  Salmo Responsorial:
"Olhem os pássaros do Céu e os Lírios do Campo. O Pai do Céu cuida deles e os alimenta". 
Como uma meditação sobre a história bíblica da criação do mundo, cantemos ao criador este hino de louvor e peçamos a força para restabelecer no mundo a Justiça e a ordem do Universo.
Salmo 104(103) 
Refrão:  Quando tu, Senhor, teu Espírito envias, todo mundo renasce, é grande alegria! (Bis)

§  Oração:  Oremos. Deus eterno e todo-poderoso, que dispondes de modo admirável todas as vossas obras , daí aos que foram resgatados pelo vosso Filho a graça de compreender que o sacrifício do Cristo, nossa Páscoa, na plenitude dos tempos, ultrapassa em grandeza a criação do mundo realizada no princípio. Por Cristo, nosso Senhor.  (Amém)

§  2ª Leitura : (Os filhos de Israel entraram pelo meio do Mar a pé enxuto.)    
Continuando a memória da maravilhas de Deus, lembramos a libertação do povo de Israel do Egito. Escutando como aquele grupo fugiu da terra da escravidão, vamos acolher a promessa da libertação de Deus para toda a humanidade.
Leitura do Livro do Êxodo  14, 15 - 31 ; 15, 1

§  Cântico Bíblico:
"Os vencedores seguravam as harpas de Deus e entoavam o Cântico de Moisés".
Junto com Míriam e Moisés, cantemos ao Senhor que nos liberta de toda a violência e nos conduz à Terra Prometida. Agradeçamos a Ele por sua Vitória Pascal e por nossa libertação.
Êxodo 15  (Cântico de Míriam e Moisés)
Refrão: Entoou Moisés este canto ao Senhor, todo o povo se uniu, em alegre louvor!  (Bis)

§  Oração: Oremos. Ó Deus, vemos brilhar ainda em nossos dias as vossas antigas maravilhas. Como manifestastes outrora o vosso poder, libertando um só povo da perseguição do faraó, realizais agora a salvação de todas as nações, fazendo-as renascer nas águas do batismo. Concedei a todos os seres humanos tornarem-se filhos de Abraão e membros do vosso povo eleito. Por Cristo, Nosso Senhor.   (Amém)

§  3ª Leitura:        (Vinde a mim, ouvi e tereis vida; farei convosco um pacto eterno.)
A nova aliança oferecida por Deus ao seu povo supõe a sua aceitação. Exige-se, porém, que a volta do Exílio seja sinal de uma verdadeira busca do perdão de Deus. Ouçamos com atenção.
Leitura do Livro do Profeta Isaías  55, 1 - 11

§  Cântico Bíblico:         
"Se alguém tem sede, venha a mim e aquele que acredita em mim, beba!"
Com este hino de confiança do Profeta Isaías, demos graças ao nosso Salvador que nos abre a fonte onde jorra a verdadeira vida. 
Isaías 12 (Cântico de Isaías)

Refrão:         Ao Senhor daí graças, seu nome invocai.
Entre os povos seus feitos de amor proclamai! (Bis)

§  Oração: Oremos. Deus eterno e Todo-poderoso, única Esperança do mundo, anunciastes pela voz dos Profetas os mistérios que hoje se realizam. Aumentai o fervor do vosso povo, pois nenhum dos vossos Filhos conseguirá progredir na virtude sem o auxílio da vossa graça. Por Cristo, Nosso Senhor. (Amém)


§  Hino de Louvor
(neste momento o acende-se as velas do altar e, o sacerdote entoa o Glória a Deus... e os sinos são tocados) 
Por todas as maravilhas e graças concedidas  pelo Senhor, cantemos a Ele um Hino de Louvor...
§  Oração: Ó Deus, que iluminais esta noite santa com a glória da ressurreição do Senhor, despertai na vossa Igreja o espírito filial para que, inteiramente renovados, vos sirvamos de todo o coração. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.  (Amém)

II-              LEITURAS DO NOVO TESTAMENTO

§  4ª Leitura:  ( Jesus Cristo Ressuscitado dos mortos não morre mais.)
O apóstolo Paulo, escrevendo à Comunidade dos Romanos apresenta a importância da catequese batismal. Explica porque todos os batizados participam concretamente da Páscoa de Jesus Cristo. Ouçamos como ele expõe tal expressão, inclusive pelo fato de hoje formarmos também comunidade, e de sermos batizados em nome de Jesus Cristo.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos  6, 3 - 11

§  Solene Aleluia!   (Proclamada pelo Presidente da Celebração)

§  Salmo Responsorial
"O Cristo é a Pedra rejeitada, e que se tornou angular."
Como na antiga Festa da Tendas, relembrando um Cântico de Procissão ao Templo, demos graças ao Senhor pelas vitórias que Ele dá ao seu povo, e pela esperança renovada de nossa libertação total e definitiva.
Salmo 118 (117)  Refrão:      ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!    (Bis)

§  Evangelho:
"O túmulo é encontrado vazio, a vida vence a morte!"  A Ressurreição de Jesus é o ponto mais alto, da história da Salvação realizada por Deus em favor da humanidade.

§  Evangelho:       Ano A:  Mateus  28, 1 - 10 
§  Homilia




Liturgia Batismal

A Vigília Pascal é vivida em plenitude quando a comunidade tem consciência de que a sua renovação Pascal exige um empenho maior nas próprias promessas batismais.

(Um pote grande com água é colocado no meio da assembléia ou próximo ao presbitério. Terminada a Liturgia da Palavra, forma-se um cortejo com o Círio até o lugar onde se encontra a água. A pessoa que preside convida a assembléia a acompanhar o gesto...)

(O sacerdote exorta o povo com estas palavras ou outras semelhantes.)
Se houver batismo
            Caros fiéis, apoiemos com as nossas preces a alegre esperança dos nossos irmãos e irmãs (N.N) para que Deus todo-poderoso acompanhe com sua misericórdia os que se aproximam da fonte do novo nascimento.
 Se não houver batismo, mas só a benção da água batismal
            Meus irmãos e irmãs, invoquemos sobre estas águas a graça de Deus Pai onipotente, para que em Cristo sejam reunidos aos filhos adotivos aqueles que renasceram pelo batismo.
  
§  Ladainha dos Santos

Senhor, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Cristo, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós.

Senhor, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Santa Maria, Mãe de Deus,                                                     rogai por nós.
São Miguel,                                                                                   rogai por nós.
Santos Anjos de Deus,                                                  rogai por nós.
São João Batista,                                                              rogai por nós.
São José,                                                                             rogai por nós.
São Pedro e São Paulo                                                  rogai por nós.
Santo André,                                                                                rogai por nós.
São João,                                                                            rogai por nós.
Santa Maria Madalena,                                                 rogai por nós.
Santo Estevão,                                                                 rogai por nós.
Santo Inácio de Antioquia,                                                      rogai por nós
São Lourenço,                                                                  rogai por nós.
Santas Perpétua e Felicidade,                                                rogai por nós.
Santa Inês,                                                                         rogai por nós.
São Gregório,                                                                               rogai por nós.
Santo Agostinho,                                                            rogai por nós.
Santo Atanásio,                                                               rogai por nós.
São Basílio,                                                                        rogai por nós.
São Martinho,                                                                              rogai por nós.
São Bento,                                                                         rogai por nós.
São Francisco e São Domingos,                                             rogai por nós.
São Francisco Xavier,                                                    rogai por nós.
São João Maria Vianney,                                                          rogai por nós.
Santa Catarina de Sena,                                                rogai por nós.
Santa Teresa de Jesus,                                                  rogai por nós.
São Sebastião,                                                                              rogai por nós.
Sede-nos propício,                                                                     ouvi-nos Senhor.
Para que nos livreis de todo mal,                                         ouvi-nos Senhor.
Para que nos livreis de todo o pecado,                              ouvi-nos Senhor.
Para que nos livreis da morte eterna,                                            ouvi-nos Senhor.
Pela vossa Encarnação,                                                ouvi-nos Senhor.
Pela vossa morte e ressurreição,                                         ouvi-nos Senhor.
Pela efusão do Espírito Santo,                                               ouvi-nos Senhor.
Apesar dos nossos pecados,                                                  ouvi-nos Senhor.

Se houver batismo
Para que vos digneis dar a nova vida
aos que chamastes ao batismo,                                             ouvi-nos Senhor.

Se não houver batismo
Para que santifiqueis com a vossa graça esta
Água, onde renascerão os vossos filhos,                           ouvi-nos Senhor.
Jesus, Filho do Deus Vivo,                                                      ouvi-nos Senhor.

Cristo, ouvi-nos.
Cristo, ouvi-nos.
Cristo, atendei-nos.
Cristo, atendei-nos.

Se houver batismo, o sacerdote, de mãos unidas, diz a seguinte oração.
Ó Deus de bondade, manifestai vosso poder nos sacramentos que revelam vosso amor. Enviai o Espírito de adoção para criar um novo povo, nascido para vós nas águas do batismo. E assim possamos ser em nossa fraqueza instrumentos de vosso poder. Por Cristo, nosso Senhor. (Amém)

(Depois da Ladainha peçamos a bênção de Deus para a água que será aspergida sobre a assembléia, após fazermos a Renovação das Promessas Batismais...)

§  Benção da Água batismal   O sacerdote, de mãos unidas, diz a seguinte oração.

Ó Deus, pelos sinais visíveis dos sacramentos
realizais maravilhas invisíveis.
Ao longo da historia da salvação,
vós vos servistes da água
para fazer-nos conhecer a graça do batismo.

Já na origem do mundo,
vosso espírito pairava sobre as águas
para que elas concebessem
a força de santificar.

Nas próprias águas do dilúvio
prefigurastes o nascimento da nova humanidade,
de modo que a mesma água
sepultasse os vícios
e fizesse nascer a santidade.

Concedestes aos filhos de Abraão
atravessar o mar Vermelho a pé enxuto,
para que, livres da escravidão, prefigurassem
o povo nascido na água do batismo.

Vosso Filho ao ser batizado nas águas do Jordão,
Foi ungido pelo Espírito Santo.
Pendente da cruz,
Do seu coração aberto pela lança
Fez correr sangue e água.

Após sua ressurreição, ordenou aos apóstolos:
“Ide, fazei discípulos todos os povos,
e batizai em nome do Pai
e do Filho e do Espírito Santo”.
Olhai agora, ó Pai, a vossa Igreja,
e fazei brotar para ela a água do batismo.
Que o Espírito Santo dê, por esta água,
a graça do Cristo,
a fim de que o ser humano, criado à vossa imagem,
seja lavado da antiga culpa pelo batismo
e renasça pela água e pelo Espírito Santo
para uma vida nova.
O sacerdote, se for oportuno, mergulha o círio pascal na água uma ou três vezes, dizendo:

Nós vos pedimos, ó Pai, que por vosso filho
desça sobre toda esta água a força do Espírito Santo.
E, mantendo o círio na água, continua:
E todos os que, pelo batismo,
forem sepultados na morte com Cristo,
ressuscitem com ele para a vida. Por Cristo, nosso Senhor. (Amém)

o sacerdote retira o círio da água, enquanto o povo aclama:
Fontes do Senhor, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o para sempre!

§  Renovação das Promessas batismais
( A assembléia, acende suas velas no Círio Pascal  e faz a sua Profissão de Fé...)
Irmãos e irmãs, pelo mistério pascal fomos no batismo sepultados com Cristo para vivermos com ele uma vida nova. Por isso, terminados os exercícios da Quaresma, renovemos as promessas do nosso batismo, pelas quais já renunciamos a Satanás e suas obras, e prometemos servir a Deus na Santa Igreja Católica.
Portanto:
Ø Para viver na liberdade dos filhos de Deus, renunciais ao pecado? Renuncio.
Ø Para viver como irmãos e irmãs, renunciais aa tudo o que vos possa desunir, para que o pecado não domine sobre vós? Renuncio.
Ø Para seguir a Jesus Cristo,ao demônio , autor e principio do pecado? Renuncio.
Ø Credes em um Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra? Creio.
Ø Credes em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que nasceu da Virgem Maria, padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos e subiu ao céu? Creio.
Ø Credes no Espírito Santo,na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão
dos pecados, na ressurreição dos mortos e na vida eterna? Creio.

 O Deus todo-poderoso, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos fez renascer pela água e pelo Espírito Santo e nos concedeu o perdão de todo pecado, guarde-nos em graça para a vida eterna, no Cristo Jesus, nosso Senhor.

(Segue o Rito da Aspersão de toda à assembléia com a Água abençoada. )
§  Rito de Aspersão com a Água abençoada

Liturgia Eucarística

§  Oração sobre as oferendas:           Acolhei, ó Deus, com estas oferendas as preces do vosso povo, para que a nova vida, que brota do mistério pascal, seja por vossa graça penhor da eternidade. Por Cristo, nosso Senhor.

Prefácio da Páscoa I
Ø O Senhor esteja convosco.
Ele está no meio de nós.
Ø Corações ao alto.
O nosso coração está em Deus.
Ø Demos graças ao senhor e nosso Deus.
É nosso dever e nossa salvação.

Na verdade, é justo e necessário,
é nosso dever e salvação
dar-vos graças, sempre e em todo o lugar,
mas sobretudo nesta noite
em que Cristo, nossa Páscoa,
foi imolado.

Ele é o verdadeiro Cordeiro,
que tira o pecado do mundo.
Morrendo, destruiu a morte,
e, ressurgindo, deu-nos a vida.

Transbordando de alegria pascal,
nós nos unimos aos anjos e a todos os santos,
para celebrar a vossa glória,
cantando a uma só voz:

Santo, Santo, Santo,
Senhor, Deus do universo!
O Céu e a terra proclamam a vossa glória.
Hosana nas alturas!
Bendito o que vem
em nome do Senhor!
Hosana nas alturas!


§  Oração após a Comunhão: Ó Deus, derramai em nós o vosso espírito de caridade, para que, saciados pelos sacramentos pascais, permaneçamos unidos no vosso amor. Por Cristo, Nosso Senhor.  (Amém)

Despedida
§  Bênção Final:

§  Que o Deus todo-poderoso vos abençoe nesta solenidade pascal e vos proteja contra todo pecado. Amém.
§  Aquele que nos renova para a vida eterna, pela ressurreição do seu Filho vos enriqueça com o dom da imortalidade. Amém.
§  E vós que, transcorridos os dias da paixão do Senhor celebrais com alegria a festa da Páscoa possais chegar exultantes à festa das eternas alegrias. Amém.
§  Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho + e Espírito Santo. Amém.

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMAGEM DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

IMAGEM DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

O PAPA BENTO XVI E O SAUDOSO JOÃO PAULO II AMIGOS INSEPARÁVEIS - SANTOS HOMENS!

O PAPA BENTO XVI E O SAUDOSO JOÃO PAULO II AMIGOS INSEPARÁVEIS - SANTOS HOMENS!

NO PEITO EU LEVO UMA CRUZ - JMJ - RIO - 2013

O MAIOR EVENTO CATÓLICO DO MUNDO QUE ACONTECERÁ NO RIO DE JANEIRO...

A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA É A ÚNICA QUE DESCENDE DOS APÓSTOLOS DE JESUS CRISTO. POR ISSO, SE DIZ APOSTÓLICA! E NÓS CREMOS NA PROMESSA DE JESUS A PEDRO: "TAMBÉM EU TE DIGO QUE TU ÉS PEDRO, E SOBRE ESTA PEDRA EDIFICAREI A MINHA IGREJA, E AS PORTAS DO INFERNO NUNCA PREVALECERÃO CONTRA ELA". MATEUS 16, 18

INFELIZMENTE ALGUNS JÁ COMEÇAM A SE CONTRAPOR AQUELE QUE SERÁ O MAIOR EVENTO CATÓLICO DO MUNDO QUE SERÁ REALIZADO NO BRASIL EM 2013 (PRECISAMENTE NO RIO DE JANEIRO)

PODEM SE INCOMODAR PORQUE A JORNADA VAI ACONTECER... AS TREVAS SÃO ASSIM MESMO SE INCOMODAM COM A LUZ...

MINISTÉRIO ADORAÇÃO E VIDA

ADORAÇÃO E VIDA - HOJE LIVRE SOU...

JESUS CRISTO O BOM PASTOR O FILHO ÚNICO DO DEUS ALTÍSSIMO

JESUS CRISTO O BOM PASTOR O FILHO ÚNICO DO DEUS ALTÍSSIMO

BLOGS PARCEIROS!

  • Conhecendo o Apóstolo Paulo - Parte I - *CARTAS PAULINAS* * 1. Introdução* Nos escritos do NT encontramos vinte e uma Cartas. Treze delas são atribuídas ao Apóstolo Pa...
    Há 19 horas
  • SÃO JOÃO BATISTA... - *Celebrar São João Batista não significa bebermos, fazermos tantas coisas que não convêm a Deus, porque isso não é amar, mas sim desonrar o santo a quem n...
    Há 4 semanas
  • - Do meu nada do meu ser Transforma-me faz de mim um novo vento numa tatuada emoção cheia de vida assim quero ser eu na surpresa do meu eu!! Um sentimento sem ...
    Há 2 meses

MINISTÉRIO ADORAÇÃO E VIDA!

EM TUA PRESENÇA - PE. FÁBIO DE MELO

ESTE É UM CHATE (BATE - PAPO) PARA ENCONTRAR NOVOS AMIGOS ONLINE