O VIDA DE ISAAC E JACÓ


E o amor de DEUS permanece vivo na história.  Abraão e Sara não tinham filhos e já tinham idade avançada quando tiveram a felicidade da realização da promessa de DEUS com o nascimento de Isaac, isso podemos ver em Gn 21,1-7. O nascimento do filho da promessa é um desafio à natureza e à compreensão humana (a idade avançada e esterilidade de Sara).  Para DEUS nada é impossível Gn 18,14.

Depois desse grande acontecimento, DEUS pôs Abraão à prova. DEUS pede o seu único filho em sacrifício. Gn 22,1-14 – Imaginem, o filho tão esperado, agora já grande, Isaac que crescia em companhia com os pais, e, quando adolescente, na melhor idade, os pais curtindo sua companhia, aquele filho que era tudo para a família, Abraão sentiu como ordem de DEUS: sacrificar o seu único filho. Aqui nós vemos uma grande prova de  fé que DEUS pede a Abraão; o sacrifício de seu único filho e Abraão obedece a DEUS e leva Isaac para oferecer em sacrifício.

Abraão dirige em direção ao local que deveria ser realizado o sacrifício, o Monte Moriá, com seu único filho. Ele ia à frente e Isaac atrás levando às costas a lenha necessária para o sacrifício e, preocupado, pergunta ao pai: “Temos a lenha, onde está a vítima?” E Abraão responde: “DEUS proverá”. Na hora do sacrifício, Abraão ergue o altar e coloca seu filho sobre ele e, no momento em que Abraão ergue a faca para sacrificar o filho,  o Anjo do Senhor aparece e exclama: “Basta Abraão, não faça mal ao seu filho. Agora sei que você tem fé em mim, porque não me negou seu único Filho”.

Ah! Que DEUS MARAVILHOSO É O DEUS DE ABRAÃO, O NOSSO DEUS!

Com o pedido de sacrifício do filho a promessa da prosperidade que DEUS fizera a Abraão, Gn 15,4 anular-se-á. Abraão, porém, responde entregando-se completamente à fidelidade de DEUS, o qual não somente salva o herdeiro, mas renova a promessa feita a Abraão, e declara que ele será fonte de bênção para todos os povos, Gn 15,18 (DEUS poupou o filho do homem; o homem não poupou o Filho de DEUS - gravem com amor). A narração bíblica do sacrifício de Isaac trouxe ao povo hebreu também a mensagem de que o Senhor não queria sacrifícios humanos porque o Nosso DEUS é o DEUS da Vida, pois naquela época havia o costume, em circunstâncias graves, em Canaã, de sacrificar os primeiros recém-nascidos às divindades locais, os Baals.  E o povo hebreu estava se deixando influenciar pelo costume pagão de sacrificar seres humanos, principalmente crianças.

Podemos também ver na história que está sendo narrada que DEUS tira todas as seguranças de Abraão, para lhe fazer sua promessa e entregar-lhe seu dom (Gn12,1-9). Muitos obstáculos parecem tornar impossível a realização desse dom e promessa (velhice, esterilidade).  Quando a promessa começa a cumprir-se com o nascimento de Isaac, Abraão poderia acomodar-se e perder de vista o grande projeto, para o  qual DEUS o chamara.  Por isso, DEUS lhe pede um novo ato de fé que confirme sua obediência. DEUS não promete nova a segurança para o homem se acomodar; pelo contrário, desafia o homem a estar sempre alerto, a fim de relacionar-se com DEUS e criar uma nova história.  Só assim o projeto de DEUS não será confundido com as limitações dos projetos humanos.  Quantas vezes conseguimos o que queremos de DEUS e voltamos para a vida anterior! (pausa) Qual é o obstáculo que pode fazer você faltar aos encontros? Calor, chuva, frio, cansaço, comodismo...

Conhecemos um pouco da história de Abraão. Como podemos resumir esta história? A fidelidade de DEUS. DEUS cumpre a promessa feita a Abraão:

a)                Uma descendência numerosa
b)               Uma nova terra aonde viverá o povo de DEUS.
c)                A grande fé de Abraão.

Que significado tem esta história para nós hoje?

a)                Saber que Abraão é o nosso Pai na fé, Pai dos crentes;
b)               A grande descendência de Abraão é JESUS, o Filho de DEUS;
d)               Hoje, o novo povo de DEUS é a Igreja, isto é, cada um batizado; e
e)          Como Abraão devemos responder ao Plano de DEUS com fé, obediência e amor.

DEUS continua a providenciar a realização da promessa e um passo importante foi o casamento de Isaac, do qual nasceram os futuros descendentes e nos quais DEUS renova sua promessa: “Todas as nações serão abençoadas naquele que há nascer de ti”. A escolha da mulher de Isaac (Gn 24,34-67) -  Neste texto veremos que a esposa adequada é reconhecida pela generosidade. Isaac, filho de Abraão, teve dois filhos, Esaú e Jacó, que eram gêmeos. DEUS lhe confirmou a promessa que havia feito a Abraão: “Eu sou o DEUS de Abraão, teu pai. Nada temas, estou contigo. Eu te abençoarei e multiplicarei tua descendência por causa de Abraão, meu servo”.

Ah, como não maravilhar do Nosso DEUS! 
Bendito seja DEUS que nos deu conhecer esta história!

Esaú o mais velho vende o seu direito de progenitura por um prato de lentilha.  Isso vem nos lembrar que às  vezes agimos assim, vendemos nossa liberdade de Filhos de DEUS, vendemos a nossa Vida eterna para nos entregar ao pecado e a  morte. Jacó, neto de Abraão, viu o Senhor em sonho, que lhe disse: “Todas as nações serão abençoadas naquele que há de nascer de ti” (Gn 28).  Jacó teve doze filhos. DEUS também o abençoou e deu-lhe um novo nome: Israel. Por isso, sua descendência passou a se chamar Israelita; nome com o qual são conhecidos até o dia de hoje.

Por fim, antes de morrer, Jacó abençoou os seus 12 filhos e anunciou que um dos seus descendentes o quarto filho, Judá, deveria nascer aquele que era esperado por todas as nações, o Messias. Dos filhos de Jacó surgem as 12 tribos de Israel, o Povo de DEUS. Abraão, Isaac e Jacó foram chamados de Patriarcas, pois foram os pais do povo de Israel.


Fontes consultadas
Bíblia – PASTORAL (Editora Paulus).
Catecismo da Igreja Católica.
Apostilas Mater Ecclesiae (Dom Estevão Bettencourt).
Revista BRASIL CRISTÃO.
Revista ECOANDO editada pela Paullus.
FOLHA CATEQUÉTICA (Centro Pastoral Popular).
Fé, Vida e Comunidade - (exemplar do Catequista), editado pela Paulus.
Conheça a Bíblia – Ivo Storniolo.
Livro: Perguntas que o povo faz – Frei Mauro Strabeli.
Site do Santuário Nossa Senhora Aparecida – Evangelizando (Meditação do Dia)
Site do Convento Santo Antonio – RIO TOTAL/BOANOVA/
Pedro, Discípulo e Pastor – Prado Flores.
O Manual da Felicidade – O Sermão da Montanha - Pe. Alberto Gambarini.

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!