QUEM FOI ABRAÃO?


Abrão era caldeu, vivia na cidade de Ur, na Caldeia (hoje é região do Iraque), quando foi chamado por DEUS por volta de 1850 a C. Em Ur prestava-se culto aos deuses do céu; as divindades eram identificadas como os astros, cada cidade e, até cada família, tinha seu DEUS protetor. Abrão se distinguia dos demais habitantes por adorar a um DEUS único, enquanto todos ali eram politeístas, isto é, adoravam vários deuses. Por meio de Abrão, DEUS abençoa toda a humanidade dando início a uma nova etapa na história do seu povo.

Um dia, estando Abrão adorando a DEUS que ele tão pouco conhecia, sentiu no íntimo de seu coração algo de extraordinário que dizia: “Sai da tua terra, da tua casa paterna, e vai para a região que eu te mostrarei. Farei sair de ti um grande povo e te abençoarei” Gn12, 1-9. 

Esta história é de toda a humanidade: Com Abrão começa surgir o embrião de um povo que terá a missão de trazer a bênção de DEUS para todas as nações da terra.  Esse povo será portador do projeto de DEUS: Toda nação que se orientar por esse projeto estará refazendo no homem a imagem e semelhança de DEUS, desfigurada pelo pecado.  O caminho começa pela fé: Abrão atende o chamado divino e aceita o risco sem restrições.

Ele partiu, acompanhado de sua mulher Sara, seu sobrinho Lot e todos os seus servos. Abrão obedeceu ao chamado de DEUS que ele sentiu no íntimo de seu ser.  Mas isto não foi fácil.  Para ele a migração foi uma experiência de fé. Abrão entrega-se a DEUS na fé, para que este lhe aponte o caminho. E DEUS lhe faz uma promessa: “ser abençoado e ter uma grande descendência” era a promessa da Aliança. Aliança quer dizer um pacto de amizade entre DEUS e os homens.  É esse mesmo o significado da palavra Testamento = pacto de amizade, de amor mútuo.

DEUS pede a Abrão que creia Nele, DEUS único e verdadeiro. DEUS lhe pede também que deixe sua terra, rompendo com a civilização das ricas cidades comerciais, a fim de caminhar em direção à Terra que lhe prometera.  A história de Abraão é sua! Qual é a terra que você precisa deixar? (pausa)

Nesta história podemos observar algo maravilhoso! DEUS promete a Abrão exatamente o que ele precisa, o que ele mais desejava: terra para o seu rebanho, pois ele era nômade, e filhos para cuidar dele. É assim mesmo! DEUS dá para o homem exatamente o que o homem aspira para suas necessidades vitais.  E por que isto muitas vezes não acontece em nossas vidas? Por que não deixamos DEUS nos sustentar.  Devemos fazer nossa parte como se tudo dependesse de nós e confiar e esperar em DEUS como se tudo dependesse Dele.  Por trás das necessidades humanas estão as aspirações e dentro destas, a promessa de DEUS.

“Toda terra...” Gn13,15 - É a segunda parte da promessa feita a Abrão; primeiro, uma descendência numerosa, Gn12,2; depois, a posse de uma terra, na qual poderá desenvolver sua missão. São, por ora, promessas materiais, mas DEUS sabe proporcionar promessas e dons e no momento oportuno, Ele não deixará de mostrar também a parte sobrenatural.

Abrão foi o iniciador de um grande povo, de uma grande nação.  A promessa de DEUS não se refere apenas a um reino material, mas acima de tudo a um reino espiritual. Ele é o primeiro homem espiritual.  É por isso que é chamado “pai dos que crêem”.  Por sua experiência de fé, ele é o pai de todos aqueles que crêem e amam a DEUS.  Por sua fé Abrão é reconhecido “justo”.  Justa é a pessoa que se “ajusta” ao projeto de DEUS, que adere à sua Palavra.  Porque a fé não é um simples acreditar em histórias ou verdades acerca dos deuses, nem mesmo acreditar em verdades sobre DEUS.

Fé é responder a um chamado pessoal de DEUS, uma vocação, porque toda a nossa vida é vocação.  É acolher DEUS que quer fazer a sua História junto com os homens.  É abrir o coração à vontade de DEUS.  É o relacionamento de amizade com DEUS.  Abrão realiza assim a definição dada à fé: “a fé constitui a garantia dos bens que se esperam e a prova de que existem as coisas que não se vêem” Hb11, 1. A fé é chamada fundamento, quer porque nela se apóia a esperança, quer porque nos torna como que presentes as realidades futuras para as quais ela está inteiramente orientada; é chamada prova no sentido de que é certeza absoluta da verdade, baseada neste argumento, o qual torna a fé racional. 

Em Gn15,1-12.17-18  “Não temas...” – Vemos que DEUS aparece a Abrão  e desafia sua fé novamente com a promessa de uma terra e uma descendência numerosa. Uma terra diferente, onde a lei não seja a dominação de uns pelos outros, onde a civilização não seja opressora, mas libertadora e humana. Abraão, como todo ser humano pede a DEUS uma garantia, ou seja, uma certeza que possuirá a terra, e DEUS na sua infinita bondade firma com Abraão um contrato. Que contrato será este? O que podemos entender deste maravilhoso texto? Segundo um antigo costume patriarcal, os dois contraentes deveriam passar no meio de animais esquartejados, indicando com isso que estavam prontos a ter a mesma sorte dos animais caso rompessem o acordo. E aí que está maravilha do contrato que DEUS firma  com Abrão, pois Ele faz Abrão cair em sono profundo que impede de passar entre as carnes. Somente DEUS firma a aliança.  Por que será? (pausa) A aliança com Abrão é um empenho exclusivo de DEUS: só DEUS pode realizar aquilo que prometera.  Ah, que maravilhoso é o nosso DEUS! 

Apesar da infidelidade do homem, DEUS será sempre fiel.  E para dar mais certeza e segurança Ele ainda promete a Abrão: “não temas, eu serei o teu escudo”.  Será que alguém consegue imaginar a tranqüilidade que Abrão deve ter sentido ao abrir os olhos? Ele não precisava mais passar entre os animais e ainda com a promessa de DEUS que Ele será o seu escudo!?
Vimos também no texto que vieram aves de rapina e se precipitaram sobre os cadáveres dos animais, mas Abrão as enxotou. DEUS firmou aliança, mas foi preciso que Abrão cortasse os animais e enxotasse as aves, isso vem nos lembrar a necessidade de fazermos aquilo que está ao nosso alcance para que DEUS realize a parte Dele.  

As aves de rapina também nos lembra as diversas dificuldades pelas quais o povo de DEUS passou e também nós passamos e nos mostra a necessidade de vencê-las para alcançarmos a vitória que é somente nossa.  Ah, que DEUS maravilhoso! Obrigado PAI por tanta fidelidade! Esta palavra é viva e eficaz; DEUS agora quer também firmar uma aliança de amor com cada um aqui presente, Ele com certeza olha para você e pergunta: Posso ser o seu escudo?  O que você precisa enxotar da sua vida para que DEUS possa fazer aliança contigo? (pausa)

Em Gn16,1-4, Abraão com a promessa que será pai de grande prosperidade, com 86 anos e não vendo como se realizaria a sua descendência, e, Sarai já com  idade avançada e estéril toma uma decisão: Entrega sua escrava Agar para garantir a descendência.  DEUS abençou Ismael, o filho de Agar, mas afirma que ele não será o filho da sua promessa, isto é, o filho da promessa virá do ventre de Sara. No capítulo 17,1-8 do livro do Gênesis – Veja como inicia o texto “Eu sou o DEUS onipotente; anda em minha presença e sê perfeito”  E, nesta aparição também ordena a Abrão que se circuncidasse, ele que já estava com 99 anos e o filho prometido ainda não tinha sido gerado. 

E ainda, DEUS escolhe um sinal – Gn17,9-14 –  Ele escolhe um sinal conhecido, isto é, DEUS fala a nossa linguagem, não nos pede nada que não esteja ao nosso alcance. A Circuncisão era já praticado antes de Abraão, mas DEUS  escolhe-a e impõe-na ao patriarca qual sinal externo e sagrado que recordará a DEUS  a Aliança estabelecida e ao mesmo tempo lembrará aos hebreus os seus deveres de povo eleito, do qual passavam a participar justamente mediante esse rito.  A Igreja Católica vê nesse rito o sacramento do batismo, que nos torna filhos de DEUS. Abrão chega em sua casa circuncida-se e todos homens, filhos e escravos, como os comprados e os estrangeiros, do mesmo modo foram circuncidados Gn17,27. O filho que havia gerado através de sua escrava Agar já estava com 13 anos e também é circuncidado.

Abrão estava com 99 anos e já contava certo que o herdeiro seria Ismael. Mas disse DEUS a Abrãao – Gn17,15-27 - Vemos que DEUS reafirma sua promessa de um filho de Abrão e Sarai, o preanúncio da Igreja dos cristãos. Ele abençou o filho da escrava Agar, que é o preanuncio da Sinagoga, mas ele quer estabelecer o seu pacto é com Isaac que será filho gerado no ventre de Sara.  Vemos também a mudança do nome de Abrão: “E não se chamará mais Abrão,  mas o seu nome será Abraão,  pois eu o tornarei pai de muitas nações. 

A mudança do nome indica um compromisso com DEUS para realizar uma missão.  E a circuncisão é um rito que indica a pertença ao povo com o qual DEUS faz aliança.  Esse rito, como o batismo, supõe o compromisso de viver conforme DEUS quer.  Notemos que tanto os livres como os escravos são circuncidados: o povo de DEUS nasce aberto para  todos, e diante de DEUS são iguais.  É um convite para que os homens também realizem essa igualdade entre si.

Podemos ainda refletir sobre o texto que o nosso DEUS AMOROSO firma com Abraão uma Aliança na carne (foi quebrada - Circunscisão), mais adiante veremos uma Aliança nas Tábuas de pedra (também foi quebrada - O Decálogo).  Como será Aliança conosco que estamos aqui agora?  Vamos perseverar..., a nossa Aliança foi selada de um modo admirável – guardem isso com amor e carinho. Por fim, Graças a esta fé poderosa, Abraão tornou-se o pai de todos os crentes, ou o Pai da fé. Abraão é o pai da fé das três grandes religiões monoteístas; cristãos, Judeus e mulçumanos.  É também chamado de amigo de DEUS Tg2, 23, por que se mostrou capaz de viver a sua vontade. Logo adiante veremos que DEUS levou Abraão à prova.

Fontes consultadas
Bíblia – PASTORAL (Editora Paulus).
Catecismo da Igreja Católica.
Apostilas Mater Ecclesiae (Dom Estevão Bettencourt).
Revista BRASIL CRISTÃO.
Revista ECOANDO editada pela Paullus.
FOLHA CATEQUÉTICA (Centro Pastoral Popular).
Fé, Vida e Comunidade - (exemplar do Catequista), editado pela Paulus.
Conheça a Bíblia – Ivo Storniolo.
Livro: Perguntas que o povo faz – Frei Mauro Strabeli.
Site do Santuário Nossa Senhora Aparecida – Evangelizando (Meditação do Dia)
Site do Convento Santo Antonio – RIO TOTAL/BOANOVA/
Pedro, Discípulo e Pastor – Prado Flores.
O Manual da Felicidade – O Sermão da Montanha - Pe. Alberto Gambarini.

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMAGEM DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

IMAGEM DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

O PAPA BENTO XVI E O SAUDOSO JOÃO PAULO II AMIGOS INSEPARÁVEIS - SANTOS HOMENS!

O PAPA BENTO XVI E O SAUDOSO JOÃO PAULO II AMIGOS INSEPARÁVEIS - SANTOS HOMENS!

NO PEITO EU LEVO UMA CRUZ - JMJ - RIO - 2013

O MAIOR EVENTO CATÓLICO DO MUNDO QUE ACONTECERÁ NO RIO DE JANEIRO...

A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA É A ÚNICA QUE DESCENDE DOS APÓSTOLOS DE JESUS CRISTO. POR ISSO, SE DIZ APOSTÓLICA! E NÓS CREMOS NA PROMESSA DE JESUS A PEDRO: "TAMBÉM EU TE DIGO QUE TU ÉS PEDRO, E SOBRE ESTA PEDRA EDIFICAREI A MINHA IGREJA, E AS PORTAS DO INFERNO NUNCA PREVALECERÃO CONTRA ELA". MATEUS 16, 18

INFELIZMENTE ALGUNS JÁ COMEÇAM A SE CONTRAPOR AQUELE QUE SERÁ O MAIOR EVENTO CATÓLICO DO MUNDO QUE SERÁ REALIZADO NO BRASIL EM 2013 (PRECISAMENTE NO RIO DE JANEIRO)

PODEM SE INCOMODAR PORQUE A JORNADA VAI ACONTECER... AS TREVAS SÃO ASSIM MESMO SE INCOMODAM COM A LUZ...

MINISTÉRIO ADORAÇÃO E VIDA

ADORAÇÃO E VIDA - HOJE LIVRE SOU...

JESUS CRISTO O BOM PASTOR O FILHO ÚNICO DO DEUS ALTÍSSIMO

JESUS CRISTO O BOM PASTOR O FILHO ÚNICO DO DEUS ALTÍSSIMO

BLOGS PARCEIROS!

MINISTÉRIO ADORAÇÃO E VIDA!

EM TUA PRESENÇA - PE. FÁBIO DE MELO

ESTE É UM CHATE (BATE - PAPO) PARA ENCONTRAR NOVOS AMIGOS ONLINE