CELEBRAÇÃO PENITENCIAL


CELEBRAÇÃO PENITENCIAL
MOMENTO DE PERDÃO

Introdução :

A quaresma é tempo privilegiado para redescobrir e celebrar o sacramento da penitencia em seu significado mais profundo. Somos convidados a intensificar a nossa caminhada em direção á casa do Pai, na alegre e libertadora experiencia do seu amor incondicional por toda criatura humana e, em particular, pelo “filho perdido”. Vamos viver este momento litúrgico-sacramental como etapa da peregrinação que deve envolver “o intimo da pessoa, alargando-se depois ‘a comunidade até alcançar a humanidade inteira”.

Abertura


-         Ó Deus Santo e Forte, imortal Senhor, (bis)
Tem compaixão de nós por teu grande amor!
-         Cristo é o Cordeiro que foi imolado, (bis)
O seu louvor agora seja entoado. (bis)
-         Eis que o nosso Deus, tanto amou o mundo,(bis)
Deu-nos seu próprio Filho. Oh! Que amor profundo!(bis)
-         Fomos perdoados pela sua Cruz (bis)
E pelas suas chagas nos curou Jesus. (bis)
-         Não fechemos hoje nosso coração, (bis)
Sua voz escutemos com toda atenção! (bis)

Saudação

P – Em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo
T – Amém
P – A graça, a paz, o amor, a bondade e a misericórdia de Deus nosso Pai estejam sempre com todos nós.
T – Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.
P – Toda caminhada de retorno a Deus é, na verdade, nova acolhida do amor misericordioso com que o Pai nos vem ao encontro. Ele volta para nós a sua face, para que, regenerados pela sua presença, nos tornemos nós mesmos testemunhas do seu amor para com toda criatura.

Canto : (Pecador agora é tempo N145 pg.320 ODC)

Oração: 

Pai Santo e misericordiosoque estais sempre chamando vossos filhos por meio da força e da  doçura do amor, quebrai a dureza do nosso orgulho e cria em nós um coração novo, capaz de acolher o Dom da vida do vosso Filho. Ele que é Deus, e vive e reina convosco, na unidade do Espírito Santo Por todos os séculos dos séculos. (Amém)

Liturgia da Palavra

P- Vamos, agora, ficar atentos ‘a Palavra do Senhor, vamos acolher de coração aberto esta Palavra de Vida, para podermos reconhecer o nosso pecado e encontrar o caminho de volta á casa do Pai.

1a. Leitura
O apóstolo Paulo desenvolve um hino de louvor em forma de Bênção, freqüente no Antigo Testamento. Deus Pai é o Sujeito e a fonte de toda ação criadora e salvadora. E tudo o que Deus Pai realiza no homem e no mundo Ele o faz através do seu Filho Jesus Cristo.

Leitura da Carta do Apóstolo Paulo aos Efésios 1, 3-7.

Salmo

Na fraqueza da nossa condição humana  consciente de que somos pecadores, peçamos ao Senhor que nos perdoe e nos renove com a sua Salvação.


Salmo 130 (131)
Refrão:
Do fundo do meu penar chamo por ti, chamo por ti,
Chamo por ti, Senhor, escuta o meu clamor!

Evangelho

O processo de conversão começa com a tomada de consciência: O Filho mais novo sente-se perdido economicamente e moralmente. A acolhida do Pai e as medidas tomadas mostram não só o perdão, mas também o restabelecimento da dignidade de filho.

Evangelho de Jesus Cristo escrito por Lucas 15, 1-3.11-32

Homilia

Exame de consciência (o presidente convida para um momento de silencio para que cada um examine a sua vida. Durante o silencio pode haver um fundo musical) 
Canto: (após o exame de consciência, Como o Senhor vos perdoou N142 pg.318 ODC)

Pedidos de perdão

P – Supliquemos humildemente a Deus, que é Pai cheio de amor e misericórdia, que perdoe os nossos pecados e nos purifique de todo mal cantando.

R – Senhor tende Piedade e perdoai a nossa culpa, e perdoai a nossa culpa.

1-              Senhor, que fostes enviado para evangelizar os pobres e salvar os corações arrependidos, tende piedade de nós. R
2-               Senhor, que não viestes chamar os justos, mas os pecadores, tende piedade de nós. R
3-               Senhor, que perdoastes muito aqueles que muito amaram. R
4-               Senhor, que não recusastes o convívio dos publicanos e pecadores, tende piedade de nós. R
5-               Senhor, que reconduzistes sobre os vossos ombro a ovelha perdida, tende piedade de nós. R
6-               Senhor, que não condenastes adúltera, mas lhe dissestes “vai em paz”, tende piedade de nós. R
7-               Senhor, por todas as vezes que não vivemos o amor, o diálogo e a fraternidade entre nós e em nossas famílias, tende piedade de nós. R
(outros pedidos de perdão da assembléia)

P – Senhor, nosso Deus, estes são os pedidos de perdão que nós, vossos filhos, vos apresentamos. Concedei-nos o perdão de todos os pecados. Escutai nossas súplicas paara que, reconhecendo-nos pecadores, busquemos sempre a salvação que se encontra em vós. Por Cristo, nosso Senhor.

T – Amém

 

Gesto penitencial


Na Eucaristia, o nosso Deus manifestou a forma extrema do amor, invertendo todos os critérios de domínio que muitas vezes regem as relações humanas e afirmando de modo radical o critério do Serviço: ‘Se alguém quiser ser o primeiro, deve ser o último de todos e o servo de todos” (Mc 9,35). Não é por acaso que no Evangelho de João se encontre não a narração da instituição eucarística, mas a do “lava-pés”(cf. Jo 13,1-20): Inclinando-se  para lavar os pés dos seus discípulos, Jesus explica de forma inequívoca o sentido da Eucaristia. São Paulo, por sua vez, reafirma vigorosamente que não é lícita uma celebração eucarística em que não resplandeça a caridade testemunhada pela partilha concreta com os mais pobres(cf. Cor 11,17-22.27-34).(Mane nobiscum Domine)
canto: (Jesus, erguendo-se N153 pg.325 ODC)

(breve comentário do presidente sobre o gesto que vamos realizar, após o gesto que esta presidindo pede apara que todos fiquem de Joelho para rezarem juntos o ato penitencial)

T – Confesso a Deus todo poderoso ...
(após a oração o presidente pode aspergir a assembléia)

P – Em Cristo podemos nos apresentar ao Pai num só corpo num só Espírito, porque nos tornamos seus herdeiros. Como irmãos, membros de uma única família, vamos nos dirigir com confiança ao nosso Pai, com as palavras que Cristo nosso Senhor nos ensinou.
Pai nosso...

Oração :

Senhor Deus, mostrai-vos bondoso para com vossos filhos, pois se reconhecem pecadores diante da Igreja; que ela os liberte de todo pecado, e possam, de coração puro, reder-vos graças, por Cristo, Nosso Senhor. (Amém)

Benção

P – Deus, Pai de Misericórdia, conceda a todos nós, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno á Vida.
T- Amém
P – O Senhor Jesus Cristo, modelo de oração e de vida, nos guie na caminhada a uma verdadeira conversão.
T – Amém
P – O Espírito de sabedoria e fortaleza nos sustente na luta contra todo o mal, para podermos com Cristo celebrar a vitória final.
T – Amém
P- Abençoe-nos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo.
T – Amém 

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!