PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO


 PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO


  Liturgia da Luz
(começa fora do local da celebração, ao ar livre. Enquanto as pessoas vão chegando cantemos canções populares, de esperança, de saudades... (Glorificado seja, bendito seja Jesus redentor... Deus chama a gente pra um momento novo... Senhor meu Deus quando eu maravilhado...). Depois que a fogueira estiver acesa, o comentarista faz o seguinte comentário:)

Comentarista:
Irmãos e irmãs, “Por que esta noite é diferente de todas as outras noites? Se Cristo não tivesse ressuscitado, a nossa fé seria vã e ainda estaríamos em nossos pecados” (1 Cor 15,17). Como cristãos, vivemos da luz, da força da morte e ressurreição do Senhor Jesus. Diante desta fogueira fazemos memória das páscoas de Deus e nossas páscoas, sinais do amor de Deus.
Nesta noite, vamos comemorar a Páscoa do Senhor, ouvindo sua Palavra e celebrando seus ministérios, podemos ter firme esperança de participar do seu triunfo sobre a morte e de sua vida em Deus. Este é o dia em que o Senhor fez para nós, a fim de fortalecer a nossa fé e a nossa vida alimentada pela esperança do Ressuscitado. Conviemos, portanto todo o universo e todas as criaturas de Deus Pai para celebrarem conosco a Páscoa do Senhor – a Festa da Ressurreição.

Saudação e acolhida

Presidente: Nesta noite reunimo-nos em espírito de reconciliação, coração aberto para acolher o Deus vivo braços estendidos para nos abraçarmos como irmãos e irmãs, sentidos despertos para nos sintonizarmos com mãe natureza, pés e mãos dispostas para construir uma nova história de paz e libertação.
Queremos unir nossa fé, nossa sensibilidade ecológica, nossa solidariedade humana, nosso compromisso histórico, em uma celebração de ação de graças. Intimida-nos as trevas do egoísmo, da violência e do poder, mas abrigam o espírito dos nossos patriarcas e matriarca, e nos embriaga de coragem o sangue dos nossos mártires.
Pesa-nos a herança histórica de guerras, massacres, chacinas, racismos, fundamentalismo, degradação ecológica, miséria e exclusão... Mas nos convocam os sonhos de transformação, as ações alternativas da humanidade nova que se levanta, sobretudo a Páscoa Sagrada de Jesus, na noite santa em que as trevas forma vencidas pelo esplendor de sua luz, como prova maior da fidelidade do nosso Deus.

Bênção do Fogo

Comentarista:
O fogo serve por um lado para iluminar e aquecer, e por outro, a destruir. A chama se movimenta indica o rumo do Céu é símbolo da vida e da energia do Sol. O fogo no antigo testamento é a figura apreciada para dizer o ser e o agir de Deus. Numa sarça ardente revelou-se o Senhor de Moisés, e na figura de uma coluna de fogo moveu-se durante as noites diante do seu povo que tirava do Egito.
No novo testamento, aparece Deus na figura de fogo devorador. João Batista profetiza que o Messias batizará com água e com fogo. E o próprio Jesus pôde dizer com razão de si mesmo “Eu vim trazer fogo ‘a terra, e com desejo que já estivesse aceso!” (Lc 12,49).
O fogo, que na noite pascal, é tirado com golpes na pedra de fogo, é símbolo daquele que, desde a sua sepultura selada com pedra, foi ao encontro da glorificação. Ele também pode torna-se também figura do amor divino que se irradia do coração de Jesus.

Presidente:
            Oremos. Ó Deus do universo energia original, fonte de todo calor e de toda luz, adorado com os mais diversos nomes e celebrado sob as mais deferentes formas, sejas bendito por este fogo novo! Que esta festa da Páscoa acenda em nossa humanidade a luz de Jesus Cristo. Que o seu clarão resplandeça nas noites do teu povo e aponte um novo horizonte de libertação para toda a humanidade. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Presidente:
(O Presidente da Celebração acende o Círio Pascal [com o fogo abençoado], cantando:)

-         Verdadeiramente ressurgiu Jesus,
Cantemos com alegria! Resplandece a Luz!
-         Venham, ó nações, ao Senhor cantar,
Ao Deus do Universo venham festejar!
-         Seu amor por nós firme para sempre,
Sua fidelidade dura eternamente!

( O Círio Pascal é aceso e erguido para que todos o vejam...)

-         Para Ti, Senhor toda noite e dia,
Tua Ressurreição é Luz que nos recria!
-         És a luz do mundo, esplendor do Pai,
Cristo, Pastor e guia, em nossos passos vai!

(Oferta-se incenso ou ervas perfumadas...)

-         Suba nosso incenso, a Ti, ó Senhor,
Este louvor Pascal se oferta com amor!
-         Nossas mãos orantes para os céus subindo,
Cheguem como oferenda ao som deste hino!
-         Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito,
Glória Trindade Santa, Glória ao Deus bendito!

Presidente:
            Oremos. “Cristo tu é a luz, bendize esta luz, o que levamos nas mãos Tu criastes e no-lo deste. Por esta luz dispersamos as trevas da noite. Afasta as trevas do coração. Que sejamos tua morada, iluminada por Ti, em Ti. Que brilhemos sem sombra alguma e sempre te veneremos”. (liturgia Hispânica)
Comentarista:
Como cristãos, vivemos da luz e da foca da morte e Ressurreição do Senhor Jesus. Vamos acender como Sinal de Cristo Ressuscitado, nossas velas e assim como Ele tornemo-nos luz do mundo, caminhemos guiados por sua luz. (Para que seja uma Procissão alegre, entoar cânticos na Caminhada. ["Luz que me ilumina o caminho e me ajuda a seguir...”; "Deixa a Luz do céu entrar..." ; "Quando Jesus passar..."  ;  "Estou pensando em Deus..." ;   "O povo de Deus, no deserto andava..." ; "Alegres vamos a Casa do Pai..." ] 
Se a fogueira for em frente à Igreja, entoar apenas o refrão de um canto até que todos entrem na Igreja.

Acendimento Do Círio Pascal
Comentarista:   
Nos lares das Famílias judaicas, cabia à mãe acender as luzes dos candelabros e assim dar vida e alegria ao ambiente em que se realizavam as solenidades. Podemos supor que, na última ceia, foi Maria quem o fez. Iniciamos nossa celebração pascal com a bênção e louvor da luz. Como cristãos, vivemos da luz e da força da morte e Ressurreição do Senhor Jesus. Vamos acender o Círio Pascal, sinal de Cristo Ressuscitado, que com ele tornemo-nos luz do mundo.
(enquanto uma mulher ascende o círio pascal se diz:)
“A luz de Cristo que Ressuscitou resplandecente dissipe as trevas do nosso coração e da nossa mente.”
Refrão : (ó luz do Senhor...)

Oração da Coleta
Presidente:
            Oremos. Ó Deus da vida, que iluminas esta noite santa com a glória da ressurreição do Senhor, renova em toda a humanidade, em todos os credos, em todas as igrejas, a alegria de sermos teus filhos e filhas, para que, mergulhados nesta festa pascal, vivamos consagrados ao teu serviço. Por Cristo nosso Senhor. (Amém)

 

Liturgia da Palavra


Comentarista:
Tendo iniciado esta noite Santa de Oração, escutemos, no recolhimento desta noite, a Palavra de Deus. Façamos memória da Páscoa antiga, conservada até hoje pelos nossos irmãos Judeus. Neste momento, a história da primeira Páscoa é relatada de novo, como foi ordenado por Deus, no livro do Êxodo. Fazemo-la para perceber melhor a transição entre a Páscoa Antiga e a Nova Páscoa, a Páscoa cristã.

Leitura :
Quatro pessoas lêem agora a narrativa da saída do Egito, Tomar o Livro do Êxodo 12:
1 Leitor: versículos 1 a 8.
2 leitor: versículos 11 a 15.
3 leitor versículos 26 a 34.
4 leitor 37 a 42

Comentarista:

Êxodo 15 Cântico de Miriam e Moisés


Cantemos ao Senhor, junto com Mirian e Moisés, porque Ele gloriosamente manifestou o seu poder precipitando no mar cavalo e o cavaleiro e nos libertando e conduzindo-nos á terra prometida. Agradeçamos a Ele por sua vitória pascal e por nossa libertação!
Miriam, Moisés, povo de Israel,
Vamos celebrar o Senhor do céu!(bis)

Comentarista:

Cântico do Novo Testamento


“É o noivo que recebe a noiva; mas o amigo., que está esperando, se enche de alegria quando ouve a voz do noivo. Esta é a minha alegria e ela é muito grande” (Jo 3,29). Com todos os que se sentem comprometidos com o projeto de Deus, na alegria da vida nova que nos é dado, cantemos o Deus que manifesta sua glória, salvação e justiça.

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!

Aclamação ao Evangelho
(todos aclamam o evangelho de velas acesas)

Comentarista:
Evangelho - Acompanhemos agora no contexto da Eucaristia, como a primeira comunidade cristã sente a presença viva do Ressuscitado ao “PARTIR O PÃO” Lc 24,13-35

Liturgia da renovação da Fé Batismal


Presidente: Meus irmãos e minhas irmãs invoquemos sobre estas águas a graça de Deus Pai onipotente, para que em, Cristo sejam reunidos os filhos adotivos que nascerem pelo batismo.

Ladainha de todos os santos !

Senhor tende piedade de nós (bis)
Jesus Cristo, tende piedade de (bis)
Senhor tende piedade de nós (bis)

Ó Santa Mãe de Deus, com esposo São José.
São Pedro e São Paulo, São João e santo André.

Rogai por nós, rogai por nós (bis)

Aos anjos lá dos céus / pedimos todo dia.
Também a São Miguel e Inácio de Antioquia.

Rogai por nós, rogai por nós (bis)

Ó Santos João Batista, Gregório e Agostino
Também Santo Anastácio, São Bento e São Martinho.

Rogai por nós, rogai por nós (bis)

Lembrai-nos São Francisco e dai-nos teu auxilio.
Lembrai-nos São Domingos, lembrai-nos São Basílio.

Rogai por nós, rogai por nós (bis)

Estevão e Lourenço, Sinais de muita fé.
Ó São Sebastião e  Francisco Xavier.

Rogai por nós, rogai por nós (bis)

Catarina de Sena, Santa Felicidade
Maria Madalena com amor e com bondade.

Rogai por nós, rogai por nós (bis)

Por nós Santa Tereza, Perpetua e Inês.
Pedir a Deus dos céus, que chegue a nossa vez.

Rogai por nós, rogai por nós (bis)

Ó Senhor sede nossa proteção, ouvi-nos Senhor
Pra que nos livrei de todo mal, ouvi-nos Senhor
Pra que nos livreis da morte eterna, ouvi-nos Senhor
Vos pedimos pela vossa encarnação, ouvi-nos Senhor
Pela morte e por vossa ressurreição, ouvi-nos Senhor
Pelo Espírito Santo de amor, ouvi-nos Senhor
Apesar de nós sermos pecadores, ouvi-nos Senhor
Conduzi e protegei a vossa Igreja, ouvi-nos Senhor
Conservai o santo Padre como guia, ouvi-nos Senhor
Conservai nosso Bispo, nosso clero, ouvi-nos Senhor
Concedei-nos paz e união, ouvi-nos Senhor
Conservai-nos em nossas pastoral, ouvi-nos Senhor
E pedimos a benção para o povo, ouvi-nos Senhor
Renovai o batismo dos eleitos, ouvi-nos Senhor
Tornai viva nossa fonte batismal, ouvi-nos Senhor
Ó Jesus sois o Filho do Deus vivo, ouvi-nos Senhor
Jesus Cristo ouvi-nos (bis)
Jesus Cristo atendei-nos (bis)

Oração sobre a Água

Silencio
Presidente: Ó Deus! Que maravilha está água! Que mistérios profundos carrega! Bendito sejas, Senhor, por esta água!
T: Fontes do Senhor, bendizei o Senhor!
 Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim

Presidente: No princípio, no início de tudo, quando nada ainda existia sobre as águas, fecundando o útero materno do cosmo e fazendo nascer a luz, a lua, as estrelas, as pedras, as plantas, as flores, os animais, os homens e as mulheres...
Bendito sejas pela água em nossas torneiras, água para beber, para tomar banho, nadar molhar a plantação...
T: Fontes do Senhor, bendizei o Senhor!
 Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim

Presidente: Bendito sejas, Senhor, porque, pelas águas do dilúvio, salvaste teu povo, limpando a sociedade de toda maldade e começando uma nova humanidade...
T: Fontes do Senhor, bendizei o Senhor!
 Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim

Presidente: Bendito sejas, ó Deus, pelo mar Vermelho, que se abriu em duas artes para teu povo passar no meio, escapando da escravidão e da perseguição dos soldados do Faraó, para caminhar na libertação!
T: Fontes do Senhor, bendizei o Senhor!
 Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim

Presidente: Bendito sejas, ó Deus, Porque, depois da ressurreição, Jesus enviou seus seguidores pelo mundo inteiro para espalhar a boa-nova, o Evangelho, e batizar todas as pessoas que o quiserem seguir...
T: Fontes do Senhor, bendizei o Senhor!
 Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim

Presidente: Olhai, agora, ó Pai, esta tua Igreja aqui reunida, nesta noite santa.
Faze brotar para ela as águas do batismo!
(mergulha o círio pascal na água)
Presidente: Nós te pedimos, ó Pai, que por teu Filho, desça sobre esta água a força e a ternura do Espírito Santo. E que todas as pessoas que foram banhadas nesta água, sejam sepultadas na morte com Cristo e ressuscitem com Jesus para uma vida nova! Amém!
T: Fontes do Senhor, bendizei o Senhor!
 Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim

Renuncia
(assembléia de velas acesas faz sua profissão de fé)
Presidente: irmãos e irmãs, renovemos a nossa profissão de fé!
Silencio
-                     Desafiados todos os dias pelas forças do maligno, Vocês querem dizer não ao demônio e às suas armadilhas? Quero
-                     Conscientes do egoísmo que está em cada um de nós e que gera tantas formas de violência, vocês querem abandonar tudo o que impede viver como irmãos? Quero
-                     Tentados de tantas maneiras pelas ilusões deste mundo, vocês querem deixar de lado tudo o que desvia do caminho de Jesus Cristo? Quero.
Ato de fé
-                     Vocês crêem em Deus Pai, que criou o céu e a terra, fez homem e mulher à sua imagem e semelhança e nos entregou o mundo para que cuidemos dele e vivamos na paz? Creio.
-                     Vocês crêem Jesus Cristo, Filho único de Deus, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, se fez nosso irmão, deu sua vida por nós, ressuscitou e está junto do Pai? Creio.
-                     Vocês crêem no Espírito Santo, que nos reúne na comunhão da Igreja, nos comunica o perdão dos pecados e nos garante a ressurreição da carne e a vida eterna? Creio
(os presentes são convidados a irem ate a fonte e se banhar recordando o seu batismo enquanto se canta um canto apropriado).

Homilia

Liturgia Eucarística:

Comentarista: Demos graças ao Senhor repartindo este pão consagrado, memória viva do corpo do Senhor, que se faz presente em nossa mesa, como se fez na última ceia junto com os discípulos, antes da sua páscoa. Que ele transforme nosso coração para sermos testemunhas de sua ressurreição.
(Procissão das ofertas e preparação)

Oração sobre as oferendas (missal)

 Louvação
É bom cantar um bendito, um canto novo um louvor!(bis)
Jesus de Deus, Boa nova, Hoje ele é nosso Senhor! (bis)
-         Hoje Ele é Nosso Senhor, por sua Ressurreição!
Da morte é vencedor, da vida é campeão!
-         Hoje Ele é Nosso Senhor, por sua Ressurreição!
Dos tristes consolador, dos pobres libertação!
-         Hoje Ele é Nosso Senhor, por sua Ressurreição!
Ele é do céu e da Terra a reconciliação!
-         Hoje Ele é Nosso Senhor, por sua Ressurreição!
Cordeiro Sacrificado, é nossa Páscoa, Irmãos!
-         Hoje Ele é Nosso Senhor, por sua Ressurreição!
As mãos se dão Céu e terra é uma só louvação!
(santo..)

Oração Eucarística

Rito da Comunhão

Oração após a comunhão
Presidente:
            Oremos. Ó Deus, alimentados pela páscoa do Senhor, voltamos com o coração renovado de esperança. Dá-nos a força do teu Espírito, para sermos testemunhas da vida que vence a morte.
            Por Cristo, nosso Senhor. (Amém).
             
Ritos Finais

 

Benção

Que a luz da liberdade chegue até os últimos rincões do mundo e ao coração de cada pessoa humana!
Então poderemos todos viver, como teus filhos e filhas irmãos entre nós, plenamente livres, com aquela liberdade que nos deste por meio de Jesus, teu Filho e nosso Senhor. Amém
             
O Senhor abençoe e guarde a vocês.
O Senhor lhes mostre a sua face e conceda-lhe sua graça.
O Senhor volva o seu rosto para você e lhes dê a paz: o Pai, o Filho,   O Espírito Santo! Amém, Amém, Aleluia! Aleluia!

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.
             

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!