SEXUALIDADE, NOSSO JEITO DE SER

VI ENCONTRO DE CATEQUESE

1. OBJETIVO:
         Orientar o adolescente para a compreensão de que fomos gerados para o amor, para ávida e para a felicidade. Ajudá-lo a entender que o sentimento do sexo também está voltado para o projeto de amor de Deus Pai.

2. ACOLHIDA:
            Canto: “Laranja Lima” (Pe. Zezinho), ou outro apropriado.

3. SENSIBILIZANDO:
            Pedir a um adolescente que se deita no chão ou sobre uma folha grande de papel, para que um colega trace o contorno de seu corpo. Com o contorno, surgirá um boneco. Apenas um boneco, sem expressão, sem sentimentos, sem vida.
           Ressaltar que somos muito mais do que este simples contorno. Somos seres humanos; o corpo cheio de vida revela o ser por meio de ações, da personalidade, do jeito de relacionar-se com o mundo, de interagir com as coisas e com as pessoas, com Deus.
            Organizar o grupo em dupla e pedir sugestões sobre o que poderia ser feito para dar vida ao boneco de papel. Depois que todos se expressarem, conduzir a reflexão para o amor, a afetividade e a sexualidade na vida de cada um, dialogando:

·Você já analisou as diferenças entre homem e mulher?
·Você tem observado por quantas transformações já passou nos últimos tempos?
·Qual o valor e a importância que você dá ao sexo em sua vida?

4. ILUMINANDO
            Dialogar:
·Será que amor e seco são a mesma coisa? Por quê?
·Quais são os desafios colocados por Deus na vivência da nossa sexualidade?
·Tenho procurado educar maus sentimentos e instintos sexuais?
·O que, a partir da Palavra de Deus, aprendi hoje para a minha vida?

Aprofundando o tema:

            Nosso corpo é um meio pelo qual manifestamos amor, ternura e amizade. É importante expressar-se pelo corpo com respeito e sinceridade. Nossa sexualidade é uma energia ou uma força que age dentre de nós a serviço da vida. Se vivermos a abertura e a comunhão, nossa sexualidade Será criadora do ser, do viver, da transformação. O ato sexual é um dom de Deus para dar continuidade à obra criadora dele, portanto é um ato de amor. Porém, é também fruto do desejo, um sentimento e um impulso natural.
      A satisfação do desejo exige controle, domínio, maturidade e responsabilidade. Um ato impulsivo pode trazer transtorno e problemas. Somos seres sexuados. A sexualidade é a diferença entre homem e mulher, não só no aspecto físico, genital, mas em todo modo de ser e de expressar-se.
            A televisão, o rádio, as revistas, a internet e muitos outros vínculos de comunicação mostram um modo diferente até contrário de entender a sexualidade e o amor. Há o estímulo ao consumo, o prazer pelo prazer, a exploração do corpo e do sexo como meio para buscar a felicidade… mas muitas vezes, o sexo não deixa a pessoa satisfeita ou realizada. Pelo contrário, humilha e faz sofrer.
            O ato sexual é dom de Deus para a plena comunhão das pessoas que se amam e a participação no poder criador de Deus, pela vida e para a vida. É um ato de amor, diferente da satisfação de um desejo que é a expressão só do físico.
            Precisamos sr fortes e decididos e, acima de tudo, sentirmo-nos muito amados por aquele que deu a vida a nós mesmos. O amor não é algo de momento. O amor é paciente. É devagar que aprendemos a amar. Deus nos fez homens e mulheres, para nos amarmos de verdade!

6. COMPROMISSO:

·Ler Gn 1,26-28;2,18-25 e refletir sobre a sexualidade e os sentimentos. Rever o que precisa ser mudado e formular um projeto de vida para o amor, como compromisso pessoal.
·Refletir sobre os conceitos que os meios de comunicação transmitem sobre a beleza do corpo e da sexualidade masculina e feminina.

7. CELEBRANDO A FÉ:
            Catequista: Cada um coloque a mão direita sobre o ombro do outro. Vamos exprimir nosso sentimento e afeto a Deus Pai e pedir que nos auxilie no nosso crescimento e no conhecimento do amor verdadeiro que leva à real felicidade.

Rezemos juntos:

Senhor, eis-me aqui: sou fraco, às vezes, falho.
Caio e nos consigo me reerguer.
Senhor, dirige o meu coração,
Fortalece e restaura a minha mente,
Para que eu possa contemplar
E experimentar na minha vida
Tua maravilhosa criação. Amém!

Canto e despedida

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!