1º DOMINGO DA QUARESMA - ANO B

1º Domingo da Quaresma – B

João Batista clamou no deserto
(abertura)


1.     João Batista clamou no deserto:
“Preparai ao Senhor uma estrada,
Eis que o reino de Deus este perto,
Escutai, geração transviada!”

Refrão
Mudai de vida, mudai,
Convertei-vos de coração!
Fazei a vontade do Pai,
Amai, servir aos irmãos,
Fazei a vontade do Pai,
Lutai por um mundo de irmãos;
Fazei a vontade do Pai
O chão é de todos e o pão!

2.     Jesus Cristo, o Filho de Deus,
Batizado por João no Jordão,
Inaugura o reino do Pai,
Co’este santo e solene pregão:

3.     Escutai, ó Igreja de Deus;
 Eis, o tempo da graça chegou,
É o Senhor da justiça que passa,
Sua Páscoa entre nós começou.


Verdade e amor são os caminhos do Senhor
(Sl 25)

Refrão: Verdade e amor
São os caminhos do Senhor!

1.     Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos
E fazei-me conhecer a vossa estrada!
Vossa verdade me oriente e me conduza,
Porque sois o Deus da minha salvação

2.     Recordai, Senhor, meu Deus, vosso ternura
E a vossa compaixão que são eternas!
      De min lembrai-vos, porque sois misericórdia
E sois bondade sem limites, ó Senhor!

3.     O Senhor é piedoso e retidão
      E reconduz ao bom caminho os pecadores.
Ele dirige os humildes na justiça
E aos pobres ele ensina o seu caminho.


Louvor a vós, ó Cristo Rei.
(aclamação)

Refrão: Louvor a vós,
Ó Cristo Rei, Rei da eterna glória,
Rei da eterna glória!

1º Domingo
O homem não vive somente do pão
Mas de toda palavra da boca de Deus!


Recebe este canto do Chão
(oferendas)

1.     Recebe este canto do chão!
Que o céu e a terra estremece!
Solo: É o lamento do povo que sofre!
Todos: E cada um de nós oferece.

Refrão: Cada um de nós oferece!
Cada um de nós oferece! (bis)

2.     O pão que o padeiro amassou,
E a uva que o homem esmagou:
Solo: É a nossa oferendas, irmão!
Todos: E cada um de nós oferece!

3.     O homem a terra cavou,
Do chão a semente brotou:
Solo: É a luta pela vida, irmão!
Todos: E cada um de nós oferece!

4.. Nós damos tudo com amor,
é a maneira de dar o presente.
Solo: Vale bem mais que o presente.
Todos: Que cada um ao Pai oferece!


Quando invocar, eu atenderei
(comunhão).

Refrão: Quando invocar, eu atenderei,
Na aflição com ele estarei;
Libertarei, glorificarei,
Minha salvação eu lhe mostrarei!

1.     Tu que moras sob a sombra
Do Senhor onipotente,
Lhe dirás em confiança:
“Meu refúgio, meu batente,
só em ti é que eu confio!”
e ele vem tão fielmente
Te livrar do caçador
E da peste inclemente.

2.Vai cobrir-te com suas penas,
Em suas asas tu te abrigas,
O seu brço é teu escudo,
Armadura em que te fias.
Não terás o que temer
Nem de noite, nem de dia,
Venha a flecha e o terror,
Venha a peste, epidemia...

2.     Caiam mil junto de ti
E dez mil vem ao teu lado,
Nada vai te atingir,
Não serás prejudicado...
Com teus olhos hás de ver
Qual dos maus o resultado;
No Senhor tens teu refúgio,
Nenhum mal terás passado!

3.     O Senhor mandou seus anjos
Pra teus passos vigiarem;
Eles te sustentarão
Pra teus pés não tropeçarem...
Os peregrinos mais temidos
Sem temor vai enfrenta-los;
“Já que a mim se confiou,
cuidarei de resguarda-lo!”

4.     Ele vai chamar por mim,
Logo eu lhe responderei;
Junto dele em sua angústia,
Sou eu quem o livrarei.
E assim vou glorifica-lo
Longos dias lhe darei
E a minha salvação
Eu lhe manifestarei!

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!