CANTOS PARA MISSA PELAS VOCAÇÕES SACERDOTAIS

Cantos para Missa
Pelas Vocações Sacerdotais


ABERTURA

Nossos corações em festa
Se revestem de louvor
Pois, aqui se manifesta
Á vontade do senhor
Que nos quer um povo unido
A serviço da missão
Animado e destemido
Por amor e vocação!

Cristo, Mestre e senhor
Pois, eterno é seu amor]
Nesta fonte de água viva
Somos hoje seus convivas

Nossos passos já se encontram
A caminho do altar
Nossas vozes já decantam
O que vimos proclamar
Neste mundo tão bonito
Mas que pede redenção
Nosso “sim” ao Deus bendito
Por amor evocação!

Nos queremos operários
Mensageiros do senhor
Que nos façam solidários
A serviço do amor
Construtores da justiça
Empenhados na missão
Contra toda injustiça
Por amor e vocação!

Nossa Igreja necessita
De mais fibra  e mais vigor
E de gente que acredita
No chamado do senhor
Que dê pão a quem tem fome
E justiça a quem tem pão
E bendiga o seu nome


ASPERSÃO






GLÓRIA

Glória, glória, anjos no céu
cantam todos seu amor!
E na terra homens de paz:
“Deus merece o louvor”!

Deus e Pai, nós vos louvamos,
adoramos, bendizemos,
Damos glória ao vosso nome,
vossos dons agradecemos!

Senhor nosso Jesus Cristo,
unigênito do Pai,
vós de Deus Cordeiro Santo,
nossas culpas perdoai!

Vós que estás junto do Pai,
como nosso intercessor,
acolhei nossos pedidos,
atendei nosso clamor!

Vós somente sois o santo,
o altíssimo, o Senhor,
com o Espírito Divino,
de Deus Pai no esplendor!


ACLAMAÇÃO

(Solo):     Eu venho, Senhor nosso Deus
ouvir-te com amor
aprender tua mensagem
de paz, com muito amor

Palavra que traz justiça
Palavra que é missão
Palavra que é chamado
Palavra con-vocação

Aleluia! Aleluia!
Aleluia! Aleluia! (bis)



OFERTÓRIO

Deus prepara uma mesa farta
Rica em alimentos, plena de beleza
Faz no mundo sua moradia
E enfeita a vida com a natureza

Bens da terra, frutos do trabalho
Neste pão e vinho, vimos ofertar
Dons da vida, frutos do chamado
Feitos oferendas, neste santo altar
Recebe, Senhor! Ô, ô, ô, recebe Senhor,Senhor!
Recebe, Senhor! Ô, ô, ô, recebe Senhor,Senhor!

Deus convida toda a humanidade
A fazer da vida sua vocação
Pois, seu filho, Dom da santidade
É o doador e a doação
Deus restaura nossas pobres forcas
Quando a noite chega, sem nada pescar
Lancem rede, em  profundidade
E em outros barcos venham navegar

E preparem uma mesa santa
Entrem nesta festa, tragam vinho e pão
E, sem medo, deixem rede e barco
Dêem suas vidas como oblação


COMUNHÃO

O meu corpo e o meu sangue vos dou
o pão vivo, maná da Aliança,
a serviço da vida do povo
que caminha na luz da esperança

Irmãos, agradeçamos ao Senhor, louvando, demos graças ao seu nome.
É ele que nos dá o pão do céu,
pão vivo que sacia toda fome.

É ele que educa a sua Igreja,
guiando-a por caminhos sempre novos.
E a cruz que é loucura para muitos,
é sinal de amor e graça para os povos.

É ele que perdoa nossa faltas  e envolve-nos em sua graça e compaixão
aos pobres e pequenos deste mundo
dedica especial predileção.

E chama a todos nós, seu povo amado,
a sermos educado na irmandade,
fazendo a experiência que liberta
da vida construída em igualdade.

Senhor, uni em Cristo o vosso povo,
lembrai-vos de que sois misericórdia.
Fazei-nos construir um mundo novo,
na paz e na justiça e na concórdia!


OPCIONAL

Outra vez me vejo só, com meu Deus
Não consigo mais fugir, fugir de  mim
Junto às águas deste mar vou lutar
Hoje quero me encontrar
Buscar o meu lugar

Vou navegar, nas águas deste mar
Navegar... eu quero me encontrar
Navegar... não posso mais fugir
Vou procurar, na águas mais profundas
No mar... feliz eu vou seguir
Só amar, buscar o meu lugar
Sem dúvidas, sem medo de sonhar!

Ó Jesus, com fé, eu te seguirei
Só contigo sou feliz, tu  és em mim!
Teu espírito de amor criador
Me sustenta no meu sim
Me lança neste mar!

Vivo a certeza desta missão
Já não posso desistir, voltar atrás,
Mãe Maria, vem tomar minha mão
E me ajuda a ser fiel
Só Cristo é luz e paz!


ENVIO

Sou bom pastor, ovelhas guardarei
Não tenho outro ofício, nem terei
Quantas vidas eu tiver eu lhes darei.

Maus pastores, num dia de sombra
Não cuidaram e o rebanho se perdeu.
Vou sair pelo campo, reunir
o que é meu conduzir e salvar

Verdes prados e belas montanhas
Hão de ver o Pastor, rebanho atrás.
Junto a mim as ovelhas terão
muita paz poderão descansar.

FIQUEM NA PAZ DE DEUS!
SEMINARISTA SEVERINO DA SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!