AS SETE PALAVRAS DE JESUS NA CRUZ

AS SETE PALAVRAS DE JESUS NA CRUZ

Comentarista (C.): Caros irmãos e irmãs aqui reunidos, nesta noite da sexta-feira santa. Após termos participado da Celebração da Paixão e Morte do Senhor, somos convidados a recolher em nossas almas, as últimas palavras humanas de Jesus, pronunciadas na cruz.
       Estas palavras são o testamento espiritual de Nosso Senhor e Salvador, e devemos guarda-las com todo o empenho. São palavras que tem um valor especial único: são as palavras que Jesus disse “na cruz” e “da cruz”. Assim,:
·        São palavras essenciais e vitais, porque são “testamentárias”;
·        São palavras que devem ser entendidas como que sete etapas do seu estar na cruz: revelam o sentido da vida de Jesus desde seu concebimento, no seio de Nossa Senhora, até as últimas horas de sua existencia terrena visível;
·        São palavras que devem ser consideradas como o cume, o ponto alto de seu Evangelho de amor, de dedicação e de doação;
·        São palavras que significam o ponto alto de sua Paixão e Morte na cruz, como cumprimento de sua vocação de dom de amor total;
·        São palavras de revelação do conteúdo e do sentido da cruz, como amor por nós que é levado até o fim, sem descontos, sem reservas, sem atrasos...;
·        São palavras que sintetizam, resumem a vida nova à qual somos convidados viver, a vida no Evangelho;
·        São palavras que guiam com segurança e sustentam a vida e a missão da Igreja e de cada Comunidade cristã, de hoje e de sempre;
·        São palavras que dão sentido à fé, à esperança e ao amor de cada ser humano que as escuta e as segue.

Sacerdote (S.): Ó Deus, que nas 7 Santas Palavras de Jesus, pronunciadas na Cruz, revelastes a riqueza do amor de Vosso Filho por Sua Mãe Santíssima, pela humanidade, pela Igreja e por cada um de nós, fazei que, escutando novamente estas Palavras Santas, possamos compreender a grandeza e o sentido que elas encerram, para que elas possam iluminar o nosso dia a dia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.
Todos (T.): AMÉM.
Canto

Projeção: Figura 1.   PRIMEIRA PALAVRA

C.: Primeira Palavra.
C.: Boa é a Palavra do Senhor!  (2 Reis 20,19)
T.: COMO É DOCE AO NOSSO PALADAR A TUA PALAVRA, Ó SENHOR. (cf Sl 119,103)
Leitor 1 (L1.): Quando chegaram ao chamado “lugar do cranio”, ou Calvário, lá O crucificaram junto com dois malfeitores, um à direita e outro à esquerda. Jesus dizia:
S.:  “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”. (Lc 23, 33-34)
C: Reconheçamos, com gratidão, como o Senhor responde prontamente a quem tem necessidade da salvação. E digamos: Feliz aquele a quem é perdoado o pecado.  (Sl 21, 1)
Diac.: Vós sois um Deus fiel (1 Jo 1, 9), sempre pronto a perdoar (Ne 9,17)
T.: FELIZ AQUELE A QUEM É PERDOADO O PECADO.
Diac.: Vós perdoais com generosidade (Is 55, 7) a todos (cf Mt 3, 28)
T.: FELIZ AQUELE...
Diac.: Vós perdoais todas as nossas culpas (Sl 103, 3) e todos os nossos pecados (Sl 65, 4)
T.: FELIZ AQUELE...
Diac:. Vós perdoais todas as iniquidades de Vosso povo (Sl 33, 8)
T.: FELIZ AQUELE...


Figura 2. (Nossa Senhora)

C.: Ó Maria cooperadora em nossa salvação.
T.: FAZ QUE ESTEJAMOS PRESENTES NOS CALVÁRIOS DA HUMANIDADE, COMO PORTADORES DE JESUS CRISTO SALVADOR. AMÉM.


Projeção: Figura 3.  SEGUNDA PALAVRA

C.: Segunda Palavra.
C.: Boa é a Palavra do Senhor!  (2 Reis 20,19)
T.: COMO É DOCE AO NOSSO PALADAR A TUA PALAVRA, Ó SENHOR. (cf Sl 119,103)
Leitor 2 (L2.): Um dos malfeitores,  crucificado a seu lado O insultava dizendo: “Tu não é o Cristo? Salva-te a Ti mesmo e a nós também”. Mas o outro o recriminava: “Não tens nem mesmo temor a Deus, mesmo sendo condenado à mesma pena? Nós estamos aqui justamente, porque estamos recebendo aquilo que merecemos por nossas ações. Ele, ao contrário, não fez nada de mal”. E voltando-se para Jesus, disse: “Jesus, lembra-Te de nós quando entrares em Teu Reino”. Jesus lhe respondeu:
S.: “Em verdade te digo, hoje estarás comigo no Paraíso”. ( Lc 23, 39-43)
C.: Reconheçamos o bem, a graça e a alegria de perdoar e de ser perdoardos e digamos: “Que sejamos acolhidos por Vós, Senhor, com o coração contrito” (Dan 3,39).
Diac.: Se o teu irmão se arrepende, perdoa-o. E se peca sete vezes no dia contra ti, e sete vezes te diz: Me arrependo, tu o perdoarás (Lc 17,3-4).
T.: QUE SEJAMOS ACOLHIDOS POR VÓS, SENHOR, COM O CORAÇÃO CONTRITO.
Diac.: Perdoai e vos será perdoado (Lc 6,37). A quem vós perdoares, eu também perdoarei (2 Cor 2,10).
T.: QUE SEJAMOS ACOLHIDOS POR...
Diac.: Perdoai-vos mútuamente; como o Senhor vos perdoou, assim fazei também vós (Col 3,13).
T.: QUE SEJAMOS ACOLHIDOS POR...
Diac.: Se perdoardes aos homens as suas culpas, o vosso Pai celeste perdoará também a vós (Mt 6,14).
T.: QUE SEJAMOS ACOLHIDOS POR...
Diac.: Se não perdoardes de todo o coração ao vosso irmão, também o meu Pai celeste fará a cada um de vós (Mt 18, 35).
T.: QUE SEJAMOS ACOLHIDOS POR...


Figura 4. (Nossa Senhora)

C.: Ó Maria cooperadora em nossa salvação.
T.: FAZ QUE ESTEJAMOS PRESENTES NOS CALVÁRIOS DA HUMANIDADE, COMO PORTADORES DE JESUS CRISTO SALVADOR. AMÉM.


Projeção: Figura 5.   TERCEIRA PALAVRA

C.: Terceira Palavra.
C.: Boa é a Palavra do Senhor!  (2 Reis 20,19)
T.: COMO É DOCE AO NOSSO PALADAR A TUA PALAVRA, Ó SENHOR. (cf Sl 119,103)
L.1: “Junto à cruz de Jesus estavam sua Mãe, a irmã de sua Mãe, Maria de Cleófas e Maria de Magdala. Jesus, vendo sua Mãe e junto dela o discípulo amado, disse à Mãe:
S.: “Mulher, eis aí o teu filho!”
L.1: Depois, disse ao discípulo:
S.: “Eis a tua Mãe!”
L.1: E daquele momento em diante, o discípulo a levou para sua casa”. (João 19,25-27).
C.: Reconheçamos que Maria Santíssima é Mestra e Guia de vida para nossas famílias, e digamos: “Os discípulos estavam reunidos, com Maria, a Mãe de Jesus” (cf At 1,14).
D.: Dêsde o seio de minha mãe, o Senhor pronunciou o meu nome (Is 49,1)
T.: OS DISCÍPULOS ESTAVAM REUNIDOS, COM MARIA, A MÃE DE JESUS.
D.: Cada um respeite sua mãe (Lv 19,3)
T.: OS DISCÍPULOS ESTAVAM...
D.: Nunca desprezes o ensinamento de tua mãe (Pro 6,20)
T.: OS DISCÍPULOS ESTAVAM...
D.: Não esqueças as dores de tua mãe (Sir 7, 27)
T.: OS DISCÍPULOS ESTAVAM REUNIDOS...
D.: Quem reverencia sua mãe é como quem acumula um tesouro (Sir 3,4)
T.: OS DISCÍPULOS ESTAVAM REUNIDOS....


Figura 6. (Nossa Senhora)

C.: Ó Maria cooperadora em nossa salvação.
T.: FAZ QUE ESTEJAMOS PRESENTES NOS CALVÁRIOS DA HUMANIDADE, COMO PORTADORES DE JESUS CRISTO SALVADOR. AMÉM.


Projeção: Figura 7  QUARTA PALAVRA

C.: Quarta Palavra.
C.: Boa é a Palavra do Senhor!  (2 Reis 20,19)
T.: COMO É DOCE AO NOSSO PALADAR A TUA PALAVRA, Ó SENHOR. (cf Sl 119,103)
L.2: Chegado o meio dia, fez-se trevas sobre toda a terra, até as três da tarde. Às três horas da tarde, Jesus gritou com voz forte:
S.: “ELOI’, ELOI’, LEMA SABACTANI?”
L.2: Que quer dizer:
S.: “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” (Mc 15, 33-34)
C.: Reconheçamos a gratuíta fidelidade amorosa e providente de Deus, e digamos: Por Teu nome, não nos abandone (Jer 14,21) à dureza de nosso coração” (Sl 81,13).
D.: O Senhor não abandona aqueles que lhe são fiéis (Sl 37,28)
T.: POR TEU NOME NÃO NOS ABANDONE À DUREZA DE NOSSO CORAÇÃO.
D.: Tu não abandonas a quem te procura, Senhor (Sl 9,11) e aqueles que Te amam (cf Dan 14,38).
T.: POR TEU NOME...
D.: Não é possível que Deus nos abandone (Jud 7,30)
T.: POR TEU NOME...
D.: Cada um de vós abandone a sua coinduta perversa (Jer 25,5)
T.: POR TEU NOME...
D.: Longe de nós abandonar o Senhor (2 Reis 20,19)
T.: POR TEU NOME...


Figura 8. (Nossa Senhora)

C.: Ó Maria cooperadora em nossa salvação.
T.: FAZ QUE ESTEJAMOS PRESENTES NOS CALVÁRIOS DA HUMANIDADE, COMO PORTADORES DE JESUS CRISTO SALVADOR. AMÉM.

Projeção: Figura 9  QUINTA PALAVRA

C.: Quinta Palavra.
C.: Boa é a Palavra do Senhor!  (2 Reis 20,19)
T.: COMO É DOCE AO NOSSO PALADAR A TUA PALAVRA, Ó SENHOR. (cf Sl 119,103)
L.1: Depois disso, Jesus sabendo que tudo estava completado, disse, para cumprir a Escritura:
S.: “Tenho sede”
L.1: Alí, havia um recipiente cheio de vinagre; com uma esponja embebida no vinagre e colocada na ponta de uma vara, aproximaram-na de sua boca”. (Jo 19, 28-29).
C.: Reconheçamos que sem Deus não podemos viver e nem crescer, e digamos: Minha alma tem sede de Vós, ó Senhor. (Sl 63,2).
D.: A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. (Sl 42,2) Quem crê em mim, nunca mais terá sede (Jo 6,35).
T.: MINHA ALMA TEM SEDE DE VÓS, Ó SENHOR.
D.: Bem aventurados aqueles que tem sede de justiça. (Mt 5,6).
T.: MINHA ALMA...
D.: Quem tem sede, venha a mim e beba... de quem crer em mim, de seu seio brotarão rios de água viva. (Jo 7,37).
T.: MINHA ALMA...
D.: Eu darei sede não de água, mas de escutar a Palavra de Deus (Amós 8,11).
T.: MINHA ALMA...
D.: Tive sede, e me destes de beber. (Mt 25,35).
T.: MINHA ALMA...

Figura 10. (Nossa Senhora)

C.: Ó Maria cooperadora em nossa salvação.
T.: FAZ QUE ESTEJAMOS PRESENTES NOS CALVÁRIOS DA HUMANIDADE, COMO PORTADORES DE JESUS CRISTO SALVADOR. AMÉM.

Projeção: Figura 11 SEXTA PALAVRA

C.: Sexta Palavra.
C.: Boa é a Palavra do Senhor!  (2 Reis 20,19)
T.: COMO É DOCE AO NOSSO PALADAR A TUA PALAVRA, Ó SENHOR. (cf Sl 119,103)
L.2: “E depois de ter experimentado o vinagre, Jesus disse:
S.: “TUDO ESTÁ CONSUMADO” (Jo 19,30)
C.: Reconheçamos que Deus é aquele que, em primeiro lugar deseja o nosso bem e a nossa felicidade, e digamos: “Bendito seja Deus que realiza em nós grandes coisas” (cf Sir 50, 22).
D.: Todas as promessas e cada palavra boa do Senhor são sempre realizadas (Jz 23,14.15).
T.: BENDITO SEJA DEUS QUE REALIZA EM NÓS GRANDES COISAS.
D.: O tempo completou-se e o reino de Deus está próximo: convertei-vos e crede no Evangelho (Mc 1,15).
T.: BENDITO SEJA DEUS...
D.: O Senhor irá completar para mim a sua obra. A tua bondade dura para sempre: não abandones a obra de tuas mãos (Sl 138,8).
T.: BENDITO SEJA DEUS
D.: Manifesta ao Senhor o teu caminho, nele confia: cumpre a obra de Deus (Sl 37,5).
T.: BENDITO SEJA DEUS
D.: Nosso Senhor Jesus vos torne perfeitos em todo o bem, afim de que possais cumprir sua vontade, operando em vós aquilo que lhe agrada (Heb 13,21).
T.: BENDITO SEJA DEUS



Figura 12. (Nossa Senhora)

C.: Ó Maria cooperadora em nossa salvação.
T.: FAZ QUE ESTEJAMOS PRESENTES NOS CALVÁRIOS DA HUMANIDADE, COMO PORTADORES DE JESUS CRISTO SALVADOR. AMÉM.


Projeção 13: Figura SÉTIMA PALAVRA (Lc 23, 44-46)

C.: Sétima Palavra.
C.: Boa é a Palavra do Senhor!  (2 Reis 20,19)
T.: COMO É DOCE AO NOSSO PALADAR A TUA PALAVRA, Ó SENHOR. (cf Sl 119,103)
L.1: Era cerca de meio dia, quando o sol se eclipsou e se escureceu toda a terra, até as três da tarde. O véu do Templo se rasgou no meio. Jesus, gritando com voz forte, disse:
S.: “PAI, NAS TUAS MÃOS ENTREGO O MEU ESPÍRITO” (Lc 23,44-46).
L.1: Dizendo isso, expirou.
C. Reconheçamos que Deus valoriza o nosso pouco, dando-nos de seu muito e recordemos a seu oferecimento na cruz, dizendo: “Servo bom e fiel, entra na alegria de teu Senhor” (Mt 25,21).
D.: O Filho do homem será entregue, para ser crucificado (Mt 26,2).
T.: SERVO BOM E FIEL, ENTRA NA ALEGRIA DE TEU SENHOR.
D.: Pilatos entregou Jesus, para que fosse crucificado (Mt 15,15)
T.: SERVO BOM E FIEL...
D.: O justo, meu servo, entregou-se a si mesmo à morte, enquanto carregava o pecado de muitos e intercedia pelos pecadores (Is 53,12).
T.: SERVO BOM E FIEL...
D.: Os homens vos entregarão aos seus tribunais.... Por minha causa, para dar testemunho de mim; não vos preocupeis de como e o que deveis dizer, porque vos será inspirado naquele momento aquilo que deveis dizer (Mt 10,17.19).
T.: SERVO BOM E FIEL...
D.: Combati o bom combate, terminei minha carreira, guardei a fé. Agora, resta-me receber a coroa da justiça que o Senhor, justo juíz, me dará naquele dia (2 Tim 4,7.8).
T.: SERVO BOM E FIEL...
D.: Um home, partindo em viagem, chamou seus empregados e entregou a eles seus bens. A um, deu cinco talentos, a um outro dois, e a um outro, um talento, a cada um de acordo com sua capacidade (Mt 25,14.15).
T.: SERVO BOM E FIEL...

Figura 14. (Nossa Senhora)

C.: Ó Maria cooperadora em nossa salvação.
T.: FAZ QUE ESTEJAMOS PRESENTES NOS CALVÁRIOS DA HUMANIDADE, COMO PORTADORES DE JESUS CRISTO SALVADOR. AMÉM.

S.: Rezemos todos a oração final:


Ó Maria Santíssima
Mãe de Jesus e nossa mãe,
mártir do amor e da dor.
Mulher que conheceu o sofrer
Ajuda-nos a agradecer o teu Filho Divino, Jesus,
pelas palavras que Ele nos deixou como testamento
antes de ressuscitar dos mortos
e de nos enviar o Espírito Santo.
Faz com que estas palavras não caiam em vão
Em nossas vidas,
mas que, com a ajuda da Graça de Deus,
possamos aprender delas
a viver melhor nossa vida de cristãos.
Amém.


Canto final

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONFIRA AS POSTAGENS MAIS VISITADAS (PROCURADAS) DO BLOG. VALE A PENA!

EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA!

BLOGS PARCEIROS!